Aprenda a criar um podcast para incrementar seu marketing

Os podcasts se tornaram um formato de mídia conhecido a partir de 2005. Durante o boom, vários surgiram e quando a “moda” passou, vários desapareceram. Só que a audiência pede uma diversificação cada vez maior do conteúdo, o que fez esse formato ganhar mais espaço.

Uma pesquisa feita em 2016 pela Edison Research indicou que 55% das pessoas sabem o que é um podcast e 36% delas já ouviram pelo menos uma vez. Porém, o relatório de marketing do Social Media Examiner indicou que apenas 10% dos profissionais da publicidade inseriram podcasts em suas estratégias.

Esse formato de mídia é uma ótima oportunidade para a visibilidade da sua empresa ou a sua individual. Pode ser uma grande plataforma que você estava perdendo até agora. Neste post, vamos explicar como gravar, publicar e divulgar um podcast.

Comprometa-se com o podcast

A verdade é que não é fácil fazer um podcast decolar. Para ter ouvintes, especialmente os fiéis, você tem que entender em primeiro lugar que não basta gravar uma conversa normal e publicar na internet.

Trate o seu podcast, seja pessoal ou da empresa, como um grande projeto. Ter sucesso na plataforma pode trazer muitos benefícios, mas é preciso ter comprometimento. Não é só porque não existe imagem que é algo simples de fazer.

Além disso, assim como acontece com os canais do Youtube, é preciso ter datas certas e frequentes para publicar novos episódios. E acima de tudo, mesmo que podcasts famosos eventualmente ganhem anunciantes, não entre pensando em renda.

Prepare-se para começar

Pronto, agora que tiramos os principais pontos do caminho e você decidiu que realmente quer ter um podcast, vamos aos itens indispensáveis para começar.

A primeira coisa é o microfone. Você não precisa adquirir um caro logo no início. Mas procure um meio termo, algo que não custe seus rins mas também não irrite seus ouvintes com áudio de má qualidade.

Uma dica é pesquisar em fóruns, com quem já tem algum entendimento do assunto. Não deixe de pesquisar preços em lojas diferentes e checar as avaliações do produto em cada uma delas. Ah, se você já tiver investido em um headset para jogar, por exemplo, aproveite e utilize-o!

Outra dica é escolher um microfone com entrada USB. Alguns especialistas dizem que os analógicos permitem uma qualidade melhor de som. Mas se você optar por um, vai precisar comprar outros itens, como um gravador XLR e uma interface de áudio para digitalizar.

O seu computador também não precisa ser top de linha para gravar e editar seus podcasts. Basta que ele consiga rodar o programa de edição (o mais usado é o Audacity) e gravar, para o caso de microfone analógico.

Escolha um tema

Você pode fazer um podcast com múltiplos temas, mas como já existem muitos por aí, se destacar pode ser difícil. Procure escolher um tema com o qual você tenha familiaridade e conheça mais do que a média.

Mesmo quando o seu tema é um pouco amplo, existem formas de produzir um podcast único. Basta que você imprima nele um jeito só seu de ver as coisas. Você pode falar sobre jazz e chamar convidados, por exemplo.

Depois de definir o tema, construa um roteiro para seu primeiro episódio. Se você entrar na gravação sem ter uma linha para seguir, pode acabar tendo trabalho demais na edição.

Se for uma entrevista, esse item é ainda mais importante. Comece com algumas informações sobre o convidado e defina as perguntas. Por mais que conversa fuja do planejado, você vai ter para onde voltar caso o assunto morra.

Trabalhe duro na edição

Como mencionamos anteriormente, o Audacity é um dos programas de edição de áudio mais utilizados. É open source, gratuito e roda na maioria dos sistemas operacionais. Acima de tudo, é um software intuitivo, perfeito para quem ainda não se aventurou nessa área.

Alguns tutoriais na internet podem ajudar, caso você esbarre em alguma função. Uma coisa importante: não se esqueça de configurar os metadados. Eles garantem que você terá o crédito devido na web e seu nome não fica perdido quando as pessoas fazem download.

Lembre-se: leva tempo para você ficar bom em qualquer trabalho que envolva criação. Tenha em mente que quanto mais você editar, melhor seus podcasts vão ficar.

Crie uma abertura ou música tema

Escrever e gravar uma música tema não é para todo mundo. Se você tem certeza de que consegue ou já trabalha com música, manda ver. Agora, se essa não é sua praia, existem recursos pela internet a fora para te ajudar.

Você pode encontrar músicas gratuitas em sites como Free Music Archive e Vimeo’s Music Store. Só lembre-se de escolher uma abertura que seja memorável. Toda vez que ela tocar, seus fãs vão lembrar do seu podcast!

Se você pegar a música na internet, não deixe de dar crédito para o autor na descrição.

Escolha um nome e uma capa

O nome é importante na hora das pessoas encontrarem você nos sites de hospedagem e no Google. Procure escolher um nome que diga exatamente sobre o que você vai falar. Se o tema for rap, por exemplo, faça com que isso transpareça no nome.

A capa também precisa ser chamativa, especialmente no caso de sites de hospedagem ou no iTunes. É ela que vai atrair as pessoas interessadas. Se o podcast é sobre você mesmo, pode escolher uma boa foto. Não esqueça de otimizá-la para 150 x 150 pixel. Assim, não importa o formato do site, a figura não vai sofrer distorções.

Encontre um local para hospedar seu podcast

Agora que você já gravou seu primeiro episódio, editou, criou a capa e a música tema, é hora de encontrar um lugar para publicá-lo. Um site de hospedagem bastante conhecido no Brasil é o Mundo Podcast. Entretanto, por aqui ainda não temos muitas boas opções.

O que acontece muito é o autor do podcast já ter uma plataforma própria para criação de outros tipos de conteúdo, como blog, e aproveitar para fazer upload por lá — isso também acontece com empresas. Se esse não é seu caso, você pode criar um site para hospedá-lo.

Uma opção muito comum é fazer upload do podcast no iTunes. É uma ótima forma de conseguir visibilidade e possibilita um acesso facilitado aos seus ouvintes.

Personalidades que têm podcasts famosos

O podcast pode se tornar parte importante do seu branding, se for de qualidade. Isso aconteceu com Pat Flynn, um pai de família que ficou desempregado e escolheu começar seu “plano B” — fazer um blog e um podcast.

Deu certo e hoje o podcast dele, Smart Passive Income, atrai milhares de pessoas por mês. Ele também escreveu um best seller e deu uma palestra no TED — tudo com dicas para empreendedores, que, como ele, precisam ir atrás do plano B.

Autores de livros de negócio importantes também fazem podcasts, como Tim Ferriss (Trabalhe 4 horas por semana), com o seu Tim Ferriss Show. No programa, ele chama convidados conhecidos por sua alta performance e desconstrói suas carreiras em busca de suas melhores ferramentas e táticas.

Daniel Pink, autor de Vender é Humano, também tem seu podcast, Office Hours. Nele, Dan convida outros autores e empreendedores para uma conversa descontraída. Um exemplo é Brad Stone, autor da biografia A Loja de Tudo.

Quer outras dicas para incrementar sua estratégia de marketing? Acesse nossos microbooks sobre o tema!

E aí, gostou do post de hoje? Então curte, compartilha nas redes sociais e deixa sua opinião aqui embaixo :)