23 de Setembro e mais um sinal: As Pirâmides de Gizé.

David Meade, traduzido por Simone Lam, adaptado.

Juntamente com este artigo, leia outros do blogue 23/IX, que evidenciam o Arrebatamento da Igreja no dia 23 de setembro de 2017. Aproveite e conheça o grupo Noiva em Comunhão.


A grande pirâmide de Gizé estaria entrelaçada com o dia do Senhor e o sinal do Apocalipse 12?

Primeiro, vamos rever alguns fatos:

  • Nos tempos modernos, não podemos replicar as pirâmides de Gizé;
  • Podem ter sido construídas há mais de 5000 anos pelo Patriarca Enoque (o qual foi arrebatado. Aqui recomendaria ler o Livro de Enoque).
E andou Enoque com Deus; e não apareceu mais, porquanto Deus para si o tomou. (Gênesis 5.24)
Não é isto um arrebatamento?
  • Estima-se que a pirâmide tenha cerca de 2,3 milhões de blocos de pedra, e há alguns blocos que pesam mais de 50 toneladas.
  • Está alinhada com a constelação de Órion.
  • A constelação de Órion é chamada também de “O Manto”, “O Glorioso”, “O Caçador“ e “ O Príncipe”.
  • O exterior tem um invólucro composto por 144000 pedras, todas elas altamente polidas e planas, com uma precisão de 1/100º de uma polegada.
  • As fundações da pedra angular da pirâmide têm construções capazes de lidar com a expansão do calor e terremotos.
  • A argamassa utilizada é de origem desconhecida. Foi analisada e a sua composição química é conhecida, mas não pode ser reproduzida. É mais forte que a pedra.
  • A grande pirâmide é a estrutura mais bem alinhada da existência e está de frente ao verdadeiro norte, com apenas 3/60º de um grau de erro.
  • A posição do pólo norte move-se ao longo do tempo e, assim, podemos concluir que a pirâmide estará alinhada exatamente ao mesmo tempo.
  • A grande pirâmide está localizada no centro da massa terrestre da terra.
  • O paralelo leste/oeste que atravessa a maior parte da Terra e o meridiano norte/sul que atravessa a maior parte da Terra, intersetam-se em dois lugares no planeta, um no oceano e outro na Grande Pirâmide.

A passagem descendente e a passagem ascendente estão em ângulos de 26,3 graus, apontando para a estrela Régulo, na constelação de Leão (também conhecida como o constelação de Rei) e apontando para baixo, para o planeta Júpiter, conhecido pelos judeus como o “Planeta do Messias”.

Quando? Precisamente em 20-21 de setembro de 2017.
Estrela Régulus na constelação de Leão

Então, vamos rever os fatos: foi construída há cinco milênios, por alguém que possuía um nível de conhecimento sobrenatural (provavelmente Enoque) e nunca encontramos corpos, tesouros ou hieróglifos na pirâmide, como é o comum para as pirâmides, que funcionavam como túmulos para faraós.

Portanto, conclui-se que esta não era um túmulo, mas é um marcador de data.

Por que alguém, há mais de 5000 anos, construiria tal estrutura? Talvez apenas com um propósito: nos levar a um encontro este ano, este setembro.

Poderia Deus ter feito com que Enoque juntasse este sinal como um aviso para nós, na nossa geração, que é a última antes do Dia do Senhor ou Dia da Tribulação?

Todos sabemos que o Planeta X (Nibiru ou Hercóbulus), o Destruidor, causara a maioria dos danos físicos à terra durante a tribulação.

O Planeta X (Absinto) aparece logo depois do Dia do Senhor começar.

Vamos ver um verso de Isaías:

Naquele tempo o Senhor terá um altar no meio da terra do Egito, […]
E servirá de sinal e de testemunho ao Senhor dos Exércitos na terra do Egito, porque ao Senhor clamarão por causa dos opressores, e ele lhes enviará um salvador e um protetor, que os livrará.
Isaías 19:19-20
Em 23 de setembro de 2017, haverá um sinal no céu que se encaixa nos requisitos de Apocalipse 12.
Para saber mais acerca deste sinal, leia o artigo 23/9/2017 O ÚNICO GRANDE SINAL, aqui do blogue 23/IX.

E com os nossos melhores programas astronômicos, podemos determinar que esta é a única vez que este sinal irá ocorrer na história.

A mulher do céu, descrita no capítulo, é a constelação de Virgem. O Sol é a vestimenta da mulher. E a Lua estará mesmo debaixo dos seus pés.

A coroa de 12 estrelas são as nove estrelas de Leão com os três planetas alinhados. 9 + 4 = 12. Esses planetas são Mercúrio, Marte e Vênus.

O último ponto crítico do sinal é que a virgem deve estar grávida.

O planeta ou a estrela do Messias é Júpiter. Júpiter, neste momento, estará no “ventre” de Virgem, e tem sido assim desde novembro passado. Estará lá 42 semanas, o período da gestação humana, antes de emergir, preenchendo perfeitamente o sinal do Apocalipse 12.

O céu, no dia 23 de setembro de 2017

É muito estranho que tanto o Grande Sinal de Apocalipse 12 como a grande pirâmide de Gizé, ambos apontam para um momento preciso entre os dias 20 a 23 de setembro de 2017.

Será este o fim da era da Igreja e a transição ao Dia do Senhor?

Não podiam haver duas testemunhas maiores (a Bíblia sempre enfatiza a necessidade de duas testemunhas).

Uma só testemunha não é suficiente para condenar uma pessoa de algum crime ou delito. Qualquer acusação necessita ser confirmada pelo depoimento de duas ou três testemunhas idôneas.
(Deuteronômio 19.15)

Vamos esperar e aguardar.


Recomenda-se a leitura deste artigo externo relacionado: Planeta X
Fonte: Grupo Noiva em Comunhão, David Meade, traduzido por Simone Lam.


Juntamente com este artigo, leia outros do blogue 23/IX, que evidenciam o Arrebatamento da Igreja no dia 23 de setembro de 2017. Aproveite e conheça o grupo Noiva em Comunhão.