#4

você me mandou uma foto sua,

(com uma camisa verde oliva — a mesma cor daquela jaquetinha sua que eu tanto gosto)

e eu só consigo pensar como ia ser bom

pegar no teu braço

beijar teu pescoço

fazer umas gracinhas pra você rir

fingir quase chorar quando me ocorre a ideia de que eu gosto de ti pra caralho

e penso que na real é uma merda que eu sinta tudo isso porque não tô pronta

pra deixar de ser eu

pra viver um pouco o outro.

e depois me dou conta que é impossível controlar esses lances

me deixo levar

vou longe

e volto pra depois de um jogo de ping pong na polonia

a foto com dois tons de verde.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.