A história de uma dor que se tornou arte

No dia 15 de abril de 1996, o filho de Zé Luiz e Penha foi assassinado por policias em Acari, favela da zona norte do Rio de Janeiro. Maicon tinha apenas dois anos de idade, e foi morto por um tiro enquanto brincava no portão de sua casa.

Nesses vinte anos de luta por justiça, Zé Luiz transformou seu luto em arte. A história de Maicon e a saga de seus familiares em busca de reparação e responsabilização do Estado viravam quadros e esculturas que retratam a dor da perda, a força e a determinação de Zé e Penha durante essas duas décadas.

Os quadros também rodaram o país para contar a história de Maicon e a luta de Zé Luiz. De Brasília a São Paulo, os quadros chegaram também até as portas do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro, onde Zé organizou diversas vigílias para cobrar a responsabilização do Estado pela morte de seu filho.

Os quadros que contam a história de Maicon e denunciam a violência policial no estado do Rio de Janeiro serão agora colocados à venda. O dinheiro arrecadado será todo revertido para um único propósito e sonho: possibilitar que Penha visite seu filho e único irmão de Maicon em Portugal, onde ele foi morar com a família.

Penha e Zé Luiz

Para contribuir com a luta de Zé Luiz e adquirir um de seus trabalhos, entre em contato por telefone ou whatsapp: (21) 99137–3016

Conheça as obras

Coragem e Determinação

Dimensões: 118 x 81 cm

Valor: R$ 800,00

O Estado Fez Isso

Dimensões: 95 x 79 cm

Valor: R$ 800,00

Implosão da Vida

Dimensões: 125 x 71 cm

Valor: R$ 700,00

Árvore Seca

Dimensões: 96 x 80 cm

Valor: R$ 600,00

Liberdade à Escravidão

Dimensões: 90 x 75 cm

Valor: R$ 600,00

O dedo que aponta é o dedo que mata

Dimensões: 88 x 79 cm

Valor: R$ 600,00

A mãe pensativa

Dimensões: 55 x 45 cm

Valor: R$ 400,00

Como se proteger

Dimensões: 55 x 45cm

Valor: R$ 400,00

Girasol

Dimensões: 95 x 65 cm

Valor: R$ 450,00

Sem diferenças

Dimensões: 95 x 101 cm

Valor: R$ 700,o0