Enquanto acredito nas suas mentiras

Tomo leite quente e relaxo 
Assisto televisão e aceito 
Ouço músicas e durmo
Quase inerte
Quase presa em um sonho 
Sem amparo

Leio um pouco e reflito
Lavo a louça e danço 
Saio e vejo o mundo
Quase balançando
Quase se despedaçando 
Solitário

Tenho um pesadelo e acordo 
Bato no sofá e a gata vem
Desisto e vou cortar o cabelo 
Não fico bela
Não fico contente
Desperdício

Corto uma laranja e suspiro 
Minha cabeça esquenta e vomito 
Limpo o balde e choro
Não fico em paz 
Não fico feliz 
Loucura

Me assusto e dou uma gargalhada
Jogo e fotografo uma borboleta 
Faço minhas unhas e cozinho 
Enquanto acredito nas suas mentiras 
Enquanto minha esperança é uma miragem
Desamparada, solitária, desperdiçada e louca

Como eu

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.