Lisboa acaba de ganhar mais uma nomeação internacional. A revista norte-americana WINE ENTHUSIAST acaba de eleger Lisboa um dos 10 melhores destinos vínicos do mundo.
O Douro e o Alentejo que se cuidem! A Região de Lisboa e Vale do Tejo está a dar que falar lá fora!


Entrada de D. João I no Porto em selebração do seu casamento com Filipa de Lencastre (século XIV). Mosaico na Estação de São Bento — Porto. Painel de Jorge Colaço (1864–1942) • ©Créditos fotográficos — Béria Lima

O azulejo é uma das expressões artísticas mais impactantes e de maior valor da Cultura portuguesa. Em Portugal há cerca de 500 anos pode dizer-se que os azulejos são uma singularidade como elemento decorativo e arquitetónico. A decoração cerâmica chegou à Península Ibérica pela mão dos Árabes, durante o Séc. XIII, e ao longo de épocas foi-se ajustando à História e realidades do nosso país, retratando a vida social, política, militar e religiosa. Vestiu igrejas, conventos, palácios, quarteis e adornou praças e fontanários trazendo mais cor e significado à paisagem urbana.

Este é um assunto de riqueza extrema para ser abordado num breve artigo, no entanto não quisemos deixar de lhe trazer 10 curiosidades dos azulejos portugueses, para vitaminarmos um pouco a sua cultura geral.

  1. Azzelij foi o termo árabe que deu origem à palavra azulejo, que significa “pequena pedra polida”, usada para desenhar mosaicos.


Bacalhau Assado com migas de grelos e chalotas no forno • restaurante 31 d’Armada

É certo que existem 1001 receitas de bacalhau. Do famoso Bacalhau À Brás ao mais tradicional Bacalhau Assado, há um sem número de receitas de bacalhau que entram nas casas e restaurantes portugueses todos os dias. Porém, e por mais anos que persista esta tradição portuguesa de comer bacalhau, infelizmente nem sempre estamos perante um prato exímio. Ou porque a posta deveria ser mais alta, ou porque tem textura emborrachada ou até porque lhe falta sal, imagine-se! O artigo de hoje dá-lhe uma RECEITA DE 5 PASSOS PARA SERVIR O MELHOR BACALHAU.

1. O BACALHAU NÃO É UM PEIXE

Comecemos por um pouco de cultura geral. Para quem não sabe, o bacalhau não é um peixe, mas sim um método de conservação de alguns tipos de peixe. Há cinco espécies marinhas que podem ser vendidas com o nome bacalhau, porém o chamado “bacalhau legítimo” — considerado o melhor de todos — é o que usa o peixe Gadus morhua.
Com esta informação já fica com mais um trunfo para impressionar à mesa, da próxima vez que comer ou servir a sua receita de bacalhau.


Em breve 2018 termina para dar início a um novo ano. Um novo livro em branco, pronto a ser escrito com muitos desejos, sonhos e realizações. Mas antes, não queremos deixar de agradecer todos os maravilhosos momentos que passámos na sua companhia. E a nossa mensagem de ano novo começa aqui.

EM MARÇO, TÍNHAMOS ACABADO DE ABRIR AS PORTAS E JÁ NOS APETECIA FESTEJAR


Falta pouco tempo para o Natal. Muito pouco tempo, mesmo, e apostamos que ainda não comprou aquela prenda de Natal, para aquela pessoa mais difícil. Relaxe, nem tudo está perdido. Vamos dar-lhe uma mãozinha com 10 sugestões + 1 sugestão extra, para resolver todos os seus dilemas. Quando sair para as compras, leve esta lista no bolso.

1.QUANDO A SUSTENTABILIDADE FALA MAIS ALTO OUVE-SE: PORTUGAL MANUAL


AO FIM DE 22 ANOS, A EMPRESÁRIA POLACA QUE SE APAIXONOU POR LISBOA ACIDENTALMENTE ABRE-NOS A PORTA DO SEU MUNDO PESSOAL.

Ewa Kubik

Nasceu na Polónia, chegou a Portugal em 1996, é mãe de dois rapazes, empresária e proprietária do 31 d’Armada - um restaurante que é a menina dos seus olhos. Conheça melhor Ewa Kubik, numa conversa que revela um pouco mais do que está por trás deste olhar.

Quem é a Ewa Kubik?
Ewa Kubik: Essa é uma pergunta muito simples, no entanto muito complicada de responder…
É uma mulher que se conhece cada vez melhor.

Como foi viver na Polónia durante a tua infância e adolescência?
Ewa Kubik: Foi sempre passada com a minha mãe. A minha mãe passou-me todos os seus valores. Aprendi a ser forte, a lutar pelas coisas, sem depender dos outros. Ensinou-me a verdade, a honestidade…a dormir tranquila com todas as contas pagas.
Por…


Depois de questionar a preferência dos nossos fãs e seguidores acerca do próximo tema do blog, a maioria votou na revelação dos Segredos de Cozinha do nosso Chef, Nuno Feliciano. Pois bem, fomos ter com ele, fizemos uma ligeira pressão e ele resolveu contar-nos tudo, ou quase tudo!

Conheça alguns pequenos segredos que vão fazer uma grande diferença na sua Cozinha.

1. PARA UM LIMÃO MAIS GENEROSO

Dois segredos de Cozinha para se conseguir retirar o dobro do sumo de um limão.


Receitas fáceis, saudáveis e muito poupadinhas.

Acreditamos que o fácil, o saudável e o barato podem andar de mãos dadas, sobretudo quando estamos na cozinha. Foi precisamente a pensar na falta de jeito de alguns e na saúde e poupança de todos que selecionámos algumas receitas fáceis criadas pela Associação IN LOCO, no âmbito do Observatório de Segurança Alimentar do Algarve, que tem como missão ajudar as famílias da região a tomarem melhores decisões alimentares aumentando a sua qualidade de vida. E nós pensámos: estas dicas não podem apenas ficar-se pelo Algarve.

Ponha o avental e venha daí! Vamos revelar tudo!

Giphy

CREME DE BATATA-DOCE E…


Qualquer gastronomia tem por base a geografia e história de um povo. A gastronomia portuguesa não é exceção. Muito apreciada e considerada uma das mais variadas do mundo, fique a conhecer a origem do que lhe põem no prato de cada vez que visita um restaurante de comida portuguesa.

São notórias as influências atlânticas na gastronomia portuguesa, quer pela proximidade ao mar quer pela História de um país naturalmente ligado às descobertas. Por outro lado, o impacto cultural causado pelos vários povos que por aqui passaram durante séculos, entre os quais os muçulmanos e os romanos, deixaram também vincadas marcas que hoje em dia são muito visíveis em qualquer prato.

Temos uma das gastronomias mais ricas do mundo, marcada essencialmente pela presença do peixe, que de resto faz parte da chamada Dieta Mediterrânica — cuja base assenta na trilogia do pão, vinho e azeite. Porém, a carne está também…


Em plena azáfama de vindimas conseguimos dois dedos de conversa com Inês Carrão, enóloga e autora da carta de vinhos do restaurante 31 d’Armada, para nos falar sobre algumas curiosidades do mundo dos vinhos e ainda os melhores conselhos de harmonização com pratos para as mais diversas ocasiões. Faça uma pausa e saboreie esta entrevista.

Largo 31

Aqui come-se, bebe-se e partilha-se o melhor de Lisboa e Portugal. Porque é à mesa que tudo acontece. Nós somos a equipa do restaurante 31 d'Armada. Bem-vindos!

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store