Dia 03: Amar é encostar um coração no outro

D E S CO N E X Ã O. O som do teu passo me soa quase como se a vida fosse coisa atoa, o cheiro da tua alma pouco me ressoa, e penso que não sei andar outro ritmo para te acompanhar. Se você é da noite, eu prefiro o dia, e o afeto que sim existe, é pequeno para estancar a distância entre nós.

Mas não naquela tarde. Tolice minha era achar que o amor é um alguém. Nada disso, amor é para quem tem. Reconheço tua beleza em mim quando amo, caminhamos juntos quando desacerto o passo e vejo que amar depende mesmo é de quem ama.

E naquele início de tarde as vozes graves ficaram mudas. Discutimos não sobre praticidades, mas sobre Emicida, Caetano, Criolo e MC’s. Onde havia julgamento houve abertura, onde havia incômodo, acolhimento, onde havia medo, amor. E com uma mudança de olhar paramos de bater cabeça, e passamos daí pra frente a bater coração.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.