De volta no tempo

Às vezes eu fico pensando em voltar. Quem nunca pensou?

Garanto que a maioria das pessoas gostaria de mudar pelo menos alguma coisa. Nem que seja uma frase errada dita num chat de Facebook. O foda é que tipo, qual seria a graça? Sério, qual? Sem os erros não dá pra aprender e sem aprender não dá pra viver, pelo menos não de verdade.

Quando olho pra, sei lá, onde eu estava e quem eu era há cinco anos atrás, penso em como amadureci, como mudei e como não cometeria certos erros, mas isso nos leva de volta ao ponto inicial: sem os erros não haveria a mudança. Isso sem contar o quanto nossas escolhas, sejam elas certas ou não, moldam o nosso cotidiano.

Recomendo um pequeno exercício.

Feche os olhos por alguns segundos e mentalize as coisas que você gostaria de mudar. Atitudes, palavras, relacionamentos, etc.

Agora, imagine como seria sua vida depois de ter mudado tudo isso. Bem diferente, né?

Falando por mim, as minhas escolhas, nem sempre muito boas, me levaram a conhecer pessoas e lugares incríveis. Beleza, eu me fodi pra caralho, mas evitando essas merdas, inevitavelmente eu também perderia muita coisa boa. Sinceramente? Pra chegar até aqui, passaria por tudo novamente.

Então cara, o que eu realmente acho é que você tem que ficar tranquilo e favorável. As mudanças vem e vão, independente da nossa vontade. A onda é se divertir, sempre com um olho no peixe e outro no gato, sabendo que uma coisa é malícia e outra coisa é maldade.

No fim das contas, tudo é experiência.

Show your support

Clapping shows how much you appreciated André Fernandes’s story.