A hora da mudança

Um dia como em todos os outros você acorda, levanta e vesti um calçado, sai do quarto em direção à sala, pára e senta no sofá, em vez de seguir a rotina neste momento você apenas fica e silencia-se, já que todo o barulho está dentro de você, sua voz interior grita e diz: “É hora de mudar!”, seu cérebro ainda raciocinando tudo, acena de forma afirmativa, pronto, é chegada a hora da mudança, uma transição entre o certo e o errado, o real e o abstrato.

Você sabe que nada virá do dia para a noite, não será fácil e muitos não acreditarão. O bom em saber disso é que você não precisará provar a alguém que está mudando, pois logo será percebido, não será necessário palpites, pois você é seu próprio sol e o seu passado serve como aprendizado e é fruto de gratidão; agradeça por tudo de ruim que te aconteceu, pois se não fossem as dificuldades da vida nós nunca cresceriamos como pessoas, se você errou tudo bem o que importa é você entender porque errou e se perdoar por tudo.

A decisão de mudar não precisa ser exatamente como descrito acima, você pode nem estar em sua casa quando pensar na vida e no passado, esse momento de reflexão pode acontecer dentro de um ônibus ou outro lugar qualquer.

Nem todos estão felizes com a vida que vem levando, mas poucos param para buscar autoconhecimento, autorealização e desenvolvimento pessoal. Se você busca o melhor para si, deve sim fazer um curso de desenvolvimento pessoal e saber quem você realmente é e o que você quer fazer no jogo da vida real.

Se notou o quanto sua vida estava caminhando no piloto automático e agora você passa a ter controle dela, ou se agora se culpabiliza por não ter chegado tão longe ainda, saiba que já foi um grande acerto buscar o melhor caminho, no caso o seu para a melhor versão de si mesmo.

No próximo texto te mostrarei uma ferramenta importante para o desenvolvimento pessoal, que venho usando dia após dia.