Review do Tozinho (Especial) – Logan (2k17)

O filme que dá um fim digno para o personagem que mais foi maltratado nos cinemas.

Olá, caríssimos este que vos fala é Caolho de Admantium para o primeiro review do ano com o filme digno de glória para os fãs do Wolverine: LOGAN (2017).

Então antes que eu use a minha garra de admantium vamos para a resenha desta obra prima.

Sinopse: Em 2024, os mutantes estão em declínio e as pessoas não sabem o motivo. Uma organização está transformando as crianças mutantes em assassinas e Wolverine, a pedido do Professor Xavier, precisa proteger a jovem e poderosa Laura Kinney, conhecida como X-23. Enquanto isso, o vilão Nathaniel Essex amplia seu projeto de destruição.

Esse filme na verdade trás para nós uma coisa mais séria e mais adulta sobre o Wolverine de uma forma nunca antes nos apresentada.

Com o advento do Deadpool ano passado e de um clamor por um filme de verdade do mutante a Fox mostrou que é capaz sim de acertar dignamente quando quer.

Com um clima mais árido a película se destaca por momentos difíceis aonde Logan vive juntamente com o professor Xavier e Caliban isolados na fronteira dos EUA com o México.

E os dois cuidam de Charles que está morrendo devido a um Alzheimer já avançado, mas que é controlado graças aos medicamentos que o Logan consegue usando o dinheiro ganho como motorista particular.

A porrada come desde a primeira cena quando Logan mata três mexicanos e dai em diante você tem uma montanha-russa de emoções que vai desde de um humor involuntário até mortes com SANGUE sendo jornada na tela.

A X-23 criada a partir de um experimento com os genes do Logan é o que da o tom do filme do momento em que ela aparece até às últimas cenas.

Não quero dar nenhum spoiler aqui sobre os momentos finais do filme, mas o que eu posso dizer é que valeu a pena esperar por esse filme que é fantástico.

Então se você ainda não viu, vá correndo ao cinema e veja porque não vai se arrepender.

Nota: 5,0 pelas cenas de violência com muito sangue do jeito que eu sempre sonhei em ver.

Não se esqueça dos 3C’s: curta, comente e compartilhe.

E espalhe o evangelho de Mussu para as pessoas.

Like what you read? Give A Igreja de Mussu a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.