E se eu fosse um babaca? Um cara que não te respeita e te humilha? Um cara que bebê o tempo todo e vive te falando merda?

Eu não tenho por que ser esse cara, até por que eu não seria feliz, se fosse desta forma. Eu seria incompleto, não teria te conhecido, tido um filho com você. Eu não teria conhecido uma família legal e que me acolheu quando precisei. Se eu fosse aquele cara, eu simplesmente não teria conquistado seu coração, não teria conquistado seus carinhos, seus mimos, e aquele abraço gostoso que a gente dá um ao outro sempre. Não me imagino vivendo sem te beijar, sem estar com você, sem te dar uns beijos enquanto você dorme. Eu quase me tornei aquele cara que descrevi, mas você me salvou disso.

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Phelipe Almeida’s story.