Uma tarde feliz

A tarde me recompõe me traz uma felicidade imensa.
Aguardo o dia de ser inteiro, mas por enquanto, estar feliz me basta.
Ansioso por sorrisos nobres todos os dias, todas as tardes,
fazer das noites uma obra de arte, pintada, desenhada, esculpida, recitada.
Assim estou, melhor que ontem, vivendo o agora, pensando no agora também, o amanhã não é meu, preciso fazer minha poesia hoje e quem sabe a interpretem depois.
A tarde me é feliz porque anjos me cercam e me dão motivos sinceros pra esquecer o mundo ao meu redor, me trazem suficiência por uma tarde, lembranças que sobrepõe aos maus tratos do mundo, um anjo me faz sorrir e me faz ser eu.
A tarde arde como arte que invade a cidade e toma minha privacidade, de maneira covarde exibe minha metade que sim, sabe sorrir.
A tarde se vai e deixa uma tela branca, um local onde posso pintar e fazer o que quiser, uma arte só minha. Hoje quero então contracenar, contracenei, com a felicidade de uma tarde que em meio a dias turbulentos me tornou suficientemente feliz.