Refúgio.

Tenho buscado cada vez mais, nas minhas leituras teológicas, nas minhas orações, as que chamo de "orações críticas", que são aquelas em que me coloco em situações de auto análise diante de um Deus que me escuta, e na psicanálise, um refúgio.

Ainda talvez tenha alguns anos pela frente, num mundo cada vez mais restrito, desconfortável, e com muitas reticências.

Prossigo construindo um refúgio silencioso para mim mesmo e meus pensamentos, uma vida que aponte para singeleza e poucos bens, longe do vozerio, perto de quem eu amo.

Um egoísmo necessário, se preciso sobreviver.

Bebi desse vinho até dormir. Me dou por satisfeito.

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Anderson França, Dinho’s story.