Ladrão por um dia.

Diante de uma ameaça extrema e explosiva, sem opção de fuga. 
Como seu instinto reage? Se encolhe ou contra-ataca? Esta pode ser a resposta para um grande problema em sua vida. #shot #medo #01/02

Volto da Savassi às 23:45, em minhas vestimentas casuais. — Para quem não me conhece: boné, camiseta, jeans e um tênis encardido, mas daqueles que completam meia década de armário. — Em uma despretensiosa volta pelo bairro.

Caminhando pelo jardim central da Avenida Cristóvão Colombo — local de adrenalina devido a velocidade dos carros a meio metro de você — Avisto no passeio à direita um garoto aparentemente mais novo e de porte físico superior ao meu.

“Receoso, me olhava rapidamente, várias vezes, repetidamente. Foi quando decidi atravessar a rua rumo ao passeio para dali, seguir caminho”

Enquanto atravessava sentido à ele, foi fácil notar uma singela retração em seu físico. Resolvi me acelerar um pouco mais, inflar… cantando o rap que me vinha aos ouvidos pelo fone e com uma respiração mais acelerada.

Sem mudar sua velocidade, ele dobrou a esquina. Eu, atingindo o local onde tive sua última imagem pude visualizar todo o ângulo. Lá vejo ele, a Quilômetros, correndo enquanto segurava a mochila.

Nunca faria mal a ele e espero que esta “acelerada” em seu coração seja como uma semente e floresça, despertando reflexões fortes sobre sua conduta de vida.

“O Roubo foi o seguinte: Ele me entregou ali, tudo que eu precisava, para término de um dos textos de “Virando o Jogo”, que julgo, ser o tema mais visceral”

Sobre uma ameaça intensa e explosiva, ele se encolheu. E no dia a dia… quando a ameaça é menor e quase imperceptível, ele é assim também? Como ele se comporta quando algo o ameaça minimamente e frequentemente? Regras, patrões, problemas, contas a pagar, inimizades, forças reativas que de certa forma, estão sempre ali, para mostrar que a vida real é, ainda, bem diferente da que você imagina lhe confortar 100%.

A surra é dada constantemente em leves pancadas que, ao passar dos anos, criam graves problemas sem causa evidente.

Seria então, o grande segredo de vencer na vida: Uma coragem tão forte de aceitar a vida como ela é? Uma energia tão intensa que lhe dará força infinita? Uma inquietude na alma a ponto de não aceitar de forma alguma que “outros” decidam como acaba a sua vida? Pela filosofia do PJ, SIM!

Conclusão: Pegue tudo que vai contra o seu desejo e canalize em uma entidade, atravessando a rua em sua direção — esteja segurando a primeira garrafa vazia encontrada ao chão — quem decide como será sua vida, é você!

Assim eu farei! E você?


#SHOTS é um compilado de 4 vídeos curtos que abordam 4 temas básicos da vida, que servirão como prefácio da primeira temporada de “Virando o Jogo”. A intensão destes vídeos é despertar fortes reflexões sobre como levamos nossas vidas e preparar o público para uma boa aderência ao conteúdo que será apresentado.

Empreendedorismo para quem tem estomago forte:
Inscreva: https://goo.gl/uUpbXZ
Curta: http://fb.com/virandoojogooficial
Meu Instagram: https://www.instagram.com/apenaspj/