A Estratégia de Jesus

Excertos de Elton Trueblood, adaptado

“Não há nenhuma pessoa na história da Humanidade que tenha tido maior impacto do que Jesus de Nazaré. Jesus estava sempre preocupado com a continuidade do seu trabalho de restauração e redenção, e por isso estendeu o seu ministério terreno ao juntar um grupo de amigos leais. Não formou nenhum exército nem nenhuma base de operações, nem escreveu um livro. O que Ele fez foi reunir homens e mulheres comuns, e inspirou-os com o seu espírito e visão, reconstruindo as suas vidas numa perspetiva de comunhão com afeto, amor e trabalho.

Uma das passagens mais interessantes das Boas Novas é onde Jesus refere a importância do amor entre os pequenos na sociedade. Ele disse ao grupo de pessoas que eles são o sal da terra, e que se o sal perdesse o seu sabor, não serviria para mais nada, a não ser para ser lançado fora. O que é necessário não são apenas sermões ou pregações, mas demonstrações. Uma das formas mais poderosas de apresentar Cristo às pessoas é amar as pessoas com o amor de Deus. Não se pode despertar a fé com argumentos, mas pode-se mostrar um amor maior através de uma comunhão sem igual, que as pessoas são forçadas a respeitar. Se durante o nosso tempo surgir este tipo de comunhão, será um evento com dimensões gigantescas. Uma sociedade de amizades genuínas, livre das lutas incessantes pelo prestígio, do egoísmo e do irrealismo, seria algo bastante poderoso e valioso. Qualquer pessoa sábia teria o maior prazer em pertencer ou testemunhar esta união.”