Série: 10 tendências para os próximos 10 anos, Episódio 4: A Economia do Compartilhamento e a…
Daniel Orlean
382

Muito interessantes suas considerações de que “ Nos definirmos menos com base no que temos, mas sim com base no que falamos, compartilhamos, capturamos e criamos. Esse não é um fenômeno novo.” O importante, nesse novo contexto, é como dar os passos do universo macro para o micro, o pessoal porque muitas pessoas, no mundo inteiro, resistem a considerar essas possibilidades!

Like what you read? Give Aurelio Barbato a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.