Sobre as promessas de ano novo.

Nessa época de final de ano, nada é mais comum do que as promessas para o ano que nasce. Resisto em acreditar que essas promessas se tornem realidade perante as atitudes que presencio ultimamente do ser humano. No entanto, alguns dias atrás parei para refletir como esse desejo de um ano novo melhor traz esperança para a vida das pessoas.

Por menor que seja essa ponta de esperança, ainda é válida. Uma vida sem esperanças é uma vida incompleta, sem sentido e sem possibilidades de melhorias.

O educador e filósofo Mario Sergio Cortella definiu:

A coisa mais importante que a gente tem na vida, quando a gente não tem nenhuma outra coisa, é a esperança. Mas tem que ser esperança do verbo esperançar. Porque tem gente que tem esperança do verbo esperar, e esperança do verbo esperar não é esperança, é espera.

Apesar de ter plena consciência de que nem todas as pessoas podem desfrutar de uma vida tranquila, e que muitos infelizmente não vivem, mas sobrevivem com poucos meios, ainda acredito na esperança. E não apenas acredito, como uso os meios que tenho para fazer com que o pouco que posso se torne realidade.

Quem sabe se no próximo ano, ao invés de esperarmos que algo melhore, para nós e para os outros, possamos levantar e realizar mais sonhos. E mais importante do que isso seria a realização de sonhos aos que mais precisam de nós: de uma criança em um orfanato, de um idoso em casa de repouso, levar sorrisos para portadores de deficiências nos hospitais, reunir os amigos para entregar cestas básicas às famílias carentes ou doar livros.

E quem sabe, apenas uma troca de sorrisos, um abraço, um beijo com carinho, uma oração dedicada, um agradecimento por estarmos vivos, talvez não seja o máximo que possamos oferecer, mas já é um bom começo. Que tal começarmos assim? Aos poucos cria-se o hábito de oferecer um pouco de nós aos outros, e também plantaremos a semente da esperança, transformando nossas atitudes em uma corrente do bem.

Trace seu caminho. Defina seus desejos. Compartilhe sonhos e encontre formas de realizá-los. Não deixe para depois.

Um sensacional ano de 2016 para todos nós, cheio de esperança.