O Gigante parou de rugir

Primeiro excluíram os torcedores pobres
Mas não me importei com isso
Eu não era pobre

Em seguida proibiram a pirotecnia
Mas não me importei com isso
Eu não usava sinalizador

Depois colocaram cadeiras em todo o estádio
Mas não me importei com isso
Porque eu não torcia em pé

Depois proibiram faixas e bandeiras
Mas como o estádio foi reformado
Também não me importei

Agora o Beira-Rio está sem alma
Mas já é tarde.
Como eu não me importei com a elitização
O Gigante parou de rugir.

Adaptação de “Intertexto — Bertold Brecht”

Estádio Beira-Rio (antes e depois da reforma)