São Paulo vira e quebra invencibilidade de 6 anos do Santos na Vila

O Santos de Dorival Jr e o São Paulo de Rogério Ceni são times ofensivos, pouco pragmáticos, que gostam de ter a bola.

O San-São tinha tudo para ser um bom jogo. Foi mesmo.

No inicio o Santos, jogando na Vila, saiu na frente. Victor Bueno fez uma ótima jogada pela esquerda e cruzou para Copete abrir o placar.

Outra vez Rogério via seu time sair atrás. Outra vez empatou, Cueva fez de pênalti. No intervalo mudou, colocou Luiz Aráujo no lugar de Neilton.

A pressão na saída da bola do Santos (outra vez sentindo a ausência de Renato) resultou na perda da bola e em Luiz Araujo na cara do gol. Com muita tranquilidade o garoto tirou de Vladimir e conferiu.

Era a virada, que aumentou com contra-ataque de escanteio santista, terminou em passe de Cueva para Luiz Araújo fazer o segundo e fechar o placar.

A defesa do Santos ainda não encaixou (Cléber ainda não jogou), e Dorival Jr, em sua terceira temporada dele no comando do Peixe perdeu para o estreante Rogério Ceni.

Ceni é ousado, impôs suas ideias de jogo rapidamente, tem funcionado. Ganhar na Vila do Santos não é para qualquer um, o Peixe não perdia em casa, pelo Paulista, desde 2011.