Óregon acrescenta a opção “Terceiro gênero” às licenças de motorista

Autoridades de Óregon introduziram uma terceira opção “não binário” para suas licenças de motorista, tornando-se o primeiro estado a fornecer mais de dois gêneros em um documento de identificação oficial.

Em vez de se identificar como masculino ou feminino, os residentes que se reconhecem como “não binários” terão agora a opção de escolher a letra X para evitar revelar seu gênero biológico.

O departamento de motoristas e veículos motores de Óregon disse que introduziu a prática depois que um juiz no estado decidiu ano passado que o veterano Jamie Shupe, que vivia como mulher, poderia ser legalmente reconhecido não como homem nem como mulher, mas sim como “gênero não binário”, tornando-se a primeira pessoa nos Estados Unidos a viver assim.

Shupe disse à NBC News que ele e seu parceiro assistiam ao vivo enquanto as autoridades do transporte faziam a votação no assunto, descrevendo isso como um momento “de muita emoção”.

“Foi muito emocionante. Eu e Sandy assistimos isso no YouTube, todo o tempo agarrados um ao outro e chorando. Tentei conter as lágrimas, mas elas continuaram”, disse ele.

Na semana passada, Washington (DC) tornou-se a primeira jurisdição a oferecer uma carteira de motorista neutra em termos de gênero; legisladores na Califórnia e Nova York estão elaborando uma legislação similar.

Ben Kew, artigo original publicado em inglês na página oficial do Breitbart.

Like what you read? Give Julio Gonzaga a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.