Não espalhe mentiras sobre o amor

Já ouvi muitas coisas sobre o amor. Uns dizem que ele não existe, outros dizem que ele machuca e até há quem diga que ele nos faz ver as coisas de forma utópica e irreal. Também costumam declarar por aí que o amor é um mero sentimento. Já passei muito tempo acreditando nestas ideias sobre o amor. Mas que créditos elas têm? Por quem foram ditas estas frases de efeito? Ora, o amor é um tesouro tão nobre e não merece ser definido por simples conceitos humanos.

Ao meu ver, o amor é para os corajosos e valentes. Portanto não há ninguém melhor para definir de maneira mais simples o amor do que o cara mais corajoso por quem a terra possa ter sido pisada: Jesus. O mestre do amor, nos ensinou o amor desde a seu nascimento até a sua ressurreição. Então, o unico lugar em que sei que posso depositar toda a minha confiança sobre o que é amor é na Sua palavra.

O amor não machuca, mas traz a cura ao mais ferido coração. Ele nos trouxe a cura. Já não precisamos mais sofrer se formos rejeitados, pois encontramos total aceitação em seu amor. O amor não é apenas um sentimento, mas uma escolha. Jesus escolheu morrer para que vivamos. Nós podemos escolher cumprir o mandamento do amor quando colocamos a vida de alguém acima da nossa vida. Quando encaramos o amor como uma escolha, ele não significa mais apenas sentimentalismo ou vãs promessas de afeição, pois quando escolhemos amar, amamos com ações (mesmo que sejam simples, não me refiro à caridade necessariamente), as quais, sem sombra de duvidas, ocasionarão uma revolucionária reação.

O amor é bondoso e paciente. Se não te faz bem, não se engane, pois não é amor. O amor é transformador e perseverante (tudo sofre, crê, espera e suporta). Jamais perece. E um dia, ele trará o que é perfeito, fazendo tudo o que é imperfeito desaparecer.

A single golf clap? Or a long standing ovation?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.