LANÇAMENTO | Conheça o Programa Integrado de Conservação de Solo e Água do Paraná

Não basta apenas produzir. A atividade agropecuária, em nível global, passa por uma verdadeira renovação de valores e práticas — mercados acenam com exigências cada vez mais rigorosas com relação a quesitos sociais e ambientais.

Seguindo essa tendência mundial, nosso estado acaba de lançar o Programa Integrado de Conservação de Solo e Água do Paraná (Prosolo). Trata-se de um programa estratégico. A conservação do solo, afinal, é um elemento crucial para que a atividade agrícola seja bem sucedida. O cuidado com o solo também está diretamente relacionado à qualidade dos recursos hídricos, sem os quais estariam comprometidos, por exemplo, processos de irrigação e abastecimento.

O primeiro encontro para divulgar o Prosolo aconteceu na última quarta-feira (10/05/2017), na Expoingá, em Maringá (PR), e contou com a presença do Secretário de Estado da Agricultura e do Abastecimento (SEAB), Norberto Ortigara; do diretor-presidente do Centro Paranaense de Referência em Agroecologia (CPRA), João Carlos Zandoná; do diretor-presidente do Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural (EMATER-PR), Rubens Ernesto Niederheitmann; do diretor-presidente do Instituto Agronômico do Paraná (IAPAR), Florindo Dalberto; além de produtores, lideranças e outras autoridades.

“O sucesso da agricultura paranaense pode estar em risco se práticas conservacionistas não forem adotadas no curto prazo; por isso nossa preocupação e empenho coletivo neste trabalho”, disse durante o evento o Secretário de Estado da Agricultura e do Abastecimento (SEAB), Norberto Ortigara.

Aliás, prezar pela qualidade do solo e pelos recursos hídricos é um dos preceitos fundamentais da agricultura de base ecológica — motivo pelo qual os processos da agricultura convencional podem ser otimizados caso sejam observados alguns preceitos agroecológicos elementares. “O Prosolo será um importante caminho para seguirmos adiante em nossa tarefa de tornar a agricultura de nosso estado mais equilibrada e mais sustentável do ponto de vista ambiental, e isso só é possível com uma ação integrada envolvendo parcerias estratégicas e políticas públicas alinhadas aos conceitos mais modernos de sustentabilidade, comentou Zandoná.

Segundo dados da SEAB, 30% das propriedades paranaenses sofrem problemas relacionados à erosão do solo. Recuperar essas áreas é um dos principais objetivos do Prosolo.

Evento de lançamento do Prosolo, em Maringá (PR). Da esquerda para a direita, o diretor-presidente do Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural (EMATER-PR), Rubens Ernesto Niederheitmann; o Secretário de Estado da Agricultura e do Abastecimento (SEAB), Norberto Ortigara; e o diretor-presidente do Centro Paranaense de Referência em Agroecologia (CPRA), João Carlos Zandoná [Imagem: Divulgação]

Para dar continuidade à divulgação desse importante programa, serão realizados mais sete encontros regionais com produtores. Depois de Maringá, os encontros acontecem dia 23/05/2017, em Carambeí; dia 30/05/2017, em Guarapuava (manhã) e em Pato Branco (tarde); dia 31/05/2017, em Cascavel (manhã) e Umuarama (tarde); e dia 05/06/2017 em Apucarana.

Para detalhes e mais informações, não deixe de conferir o site do programa: www.prosolo.pr.gov.br.


One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.