Home Office: Manual de sobrevivência

Nem só de agência vive o homem. Dependendo da área de atuação, existe a possibilidade do maravilhoso mundo do home office. Após alguns anos dedicados a esse mundo, segue uma lista de coisas que podem fazer diferença para quem quer entrar nessa.

Foco e disciplina

Trabalhar em casa pode ser o céu ou o inferno da sua vida profissional, o que vai definir isso é o nível de disciplina que é investida nessa empreitada. Estar com a TV ligada ao seu lado implorando por atenção, ou o fato de ter uma cama ou um xbox sempre disponível a poucos metros de distância pode complicar a vida dos mais despreparados. Defina a sua meta de entrega diária, e dedique-se a alcança-la. Uma boa estratégia para manter o foco, é a técnica Pomodoro. Baseia-se em ter ciclos de produtividade, separados por um curto intervalo. Para facilitar o controle dos ciclos, use um time do celular, ou algum aplicativo com essa função. Eu uso o Timer.

Vista-se para ir trabalhar

Não é por estar em casa, que você vai começar a trabalhar de pijama. Mantenha a rotina padrão de um ser humano normal, incluindo refeições e vestimentas adequadas.

Tenha horários fixos

Um erro que muita gente comete, é não ter horário certo para começar a trabalhar, e principalmente a hora de parar. Ter essa rotina definida, ajuda a planejar sua capacidade de entrega ao longo da semana, e assim evitar problemas maiores. Em casos mais extremos, isso pode influenciar também na vida social, já que seu tempo estará sempre preenchido com trabalho.

Separe o ambiente de trabalho do ambiente de lazer

A escolha de em qual ambiente montar o seu home office pode ser mais difícil do que parece. Simplesmente colocar uma mesa e uma cadeira ao lado da sua cama por exemplo, pode ser um problema grave, já que seu ambiente de trabalho passará s ser o mesmo ambiente de descanso. Tente separar um espaço, e deixe ele com cara de escritório, e sem grandes distrações, principalmente se tiver a intenção de receber clientes nesse espaço. Se você não mora só, uma dica é tentar se afastar da cozinha. Utensílios domésticos, como liquidificador, costumam ser bem inconvenientes durante uma ligação ou video conferência por exemplo.

Informe a sua nova rotina aos outros moradores da casa

Uma das primeiras atitudes que você deve tomar quando decide trabalhar em casa, é comunicar esse fato aos outros membros da casa. Quando isso não é alinhado, interrupções frequentes vão ocorrer. Explique à sua tia que passar a tarde no Facebook pode significar que você está trabalhando, e que talvez você não possa ir com ela na casa da Dona Josefa.

Compre uma cadeira decente

Quando eu comecei a ter uma rotina de freelas e passei a dedicar mais tempo a trabalhar em casa, um dos meus maiores erros foi não dar a devida atenção a uma cadeira decente. Tente não cair na cilada daquelas cadeiras vagabundas mais baratas de hipermercados. Invista em uma cadeira decente. Sua coluna agradecerá eternamente.

Invista em ergonomia

Já que toquei no assunto, além da cadeira, os outros itens referentes a ergonomia também merecem atenção. Improvisar mesas ou bancadas com tampos de madeira ou vidro podem ser uma solução econômica, mas não ignore as dimensões corretas, como altura e profundidade da bancada e da cadeira. Caso tenha dúvidas, um arquiteto pode ajudar a evitar erros. Uma mesa alta ou baixa demais pode gerar um desconforto em poucas horas de trabalho.

Invista em equipamentos

Você já comprou móveis, cadeira, informou à família que ali agora é um ambiente de trabalho, agora é hora de pensar na produtividade. E se a energia falhar? E a internet? Existem locais onde você pode imprimir documentos próximo a sua casa? Isso vai ajudar a saber o que será indispensável ou não no escritório. Nobreak, impressora, scanner (alguém ainda usa scanner?), roteador, quem sabe um time capsule da Apple (suspiro) para garantir os backups.

Lembre-se dos horários dos outros

Dependendo do horário que você definiu para a sua rotina, existe a possibilidade de o resto da civilização estar dormindo. Então defina um intervalo onde os horários se alinham, e reserve-o para ligações importantes, reuniões, assuntos bancários etc. Acredite. Isso acontece bastante quando existe uma equipe de estados e países diferentes, por questões de fuso horário. Não tem nada pior que ver um dúvida num projeto às 03h da manhã e não poder fazer nada.

Aproveite o tempo que sobra

Essa é uma dica bônus, e muita gente costuma ignorar. A maioria das pessoas que decide ter um home office, faz isso para ganhar tempo e qualidade de vida. Se você está economizando 1 hora por dia que antes era ocupada pelo trajeto, dedique essa hora a algo útil. Academia talvez? Correr, estudar, fazer um curso online, adestrar o cachorro. Enfim, faça valer a pena.

Bom. That’s All Folks. Espero que essas dicas ajudem na sua rotina. Tem alguma pra acrescentar? Conta aí.