Da teoria para a prática: entenda o que cada termo de uma análise tática escrita está dizendo

Como a maioria dos termos dos tâtiques da atualidade já foram “traduzidos” pelo meu perfil no Medium, a publicação de agora terá as “traduções” de cada termo tático de uma análise tática escrita. Desta forma, mostrando o que autor do texto quis dizer com aquelas palavras.

O texto abaixo foi retirado do Blog Painel Tático de Leonardo Miranda.

Título: O campeão paranaense, Atlético-PR tem modelo de jogo com ideias claras.

Após ter sido taxado como um técnico só de ideias e pouca prática, com 60 dias de trabalho e apenas 13 jogos, Paulo Autuori chegou a duas finais e conquistou uma delas: a do Campeonato Paranaense. Por ter mantido alguns aspectos táticos do último técnico do Atlético-PR, Cristóvão Borges, e alterado outros, o elenco atleticano já demonstrou muitos sinais de que o modelo de jogo o qual Autuori procura já foi compreendido.

Autuori pauta seu modelo em posse de bola e ocupação de espaços. Essas ideias regem rege o que o time faz nas quatro fases com a bola rolando- no texto linkado, há uma breve explicação sobre as quatro fases com a bola rolando (ação ofensiva, transição defensiva, ação defensiva e transição ofensiva). Um exemplo: com bola rolando, os jogadores sempre realizam funções de apoio e entrelinhas.

Imagem retirada do Blog Painel Tático.

Ao perder a bola, quem está próximo dela rapidamente pressiona o adversário para que o Furacão volte a ter a posse. Essa ideia rege os movimentos: ocupar espaços, pressionar e retomar.

Imagem retirada do Blog Painel Tático.

Para se defender, devido ao intuito de ocupar o espaço de jogo, o time realiza marcação zonal, com flutuação defensiva, com a linha defensiva alta e pressão no adversário com a bola. Como o time flutua defensivamente para o lado da bola e avança a sua linha defensiva, há maior concentração de rubro-negros em menor espaço, assim, facilitando a ação defensiva.

Imagem retirada do Blog Painel Tático.

Agora para contra-atacar, os jogadores do Atlético-PR se projetam para o espaço vazio gerado pela movimentação lateral de Walter que só acontece após o time ter a posse da bola retomada. E, assim, envolvendo novamente as ideias do modelo de jogo de Paulo Autuori no Furacão.

Imagem retirada do Blog Painel Tático.

O Atlético-PR de Paulo Autuori joga o mesmo tipo de jogo independentemente dos 11 iniciais e do esquema tático utilizado. Isso é o modelo de jogo — a forma de jogar em todas as fases e que norteia o plano tático dos treinamentos e dos jogos.

Curta a página no Facebook: Traduzindo o Tatiquês

Siga o perfil no Instagram: Traduzindo o Tatiquês

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.