Não é difícil encontrar alguém dizendo algo parecido com: “a inteligência faz a beleza de alguém.” Ou ainda “ah ela não é bonita, mas é tão inteligente!” Como se uma coisa compensasse a outra. Como se a falta de beleza (dada por você), fosse rapidamente aceitável por conta de uma habilidade intelectual.

O conceito de beleza é muito maior do que tudo isso que separa o bonito do feio. Desse modo que o mundo ficou dividido, é quase impossível enxergar todas as nuances de cada pessoa, e uma delas, apenas uma, é sim, a capacidade de raciocínio. Mas o quanto você está aberto pra deixar que o outro se mostre pra você?