This story is unavailable.

Seus poemas são como um tapa na cara: não vemos quando acontece, mas sentimos a dor no momento. E mesmo depois que acaba seguramos o rosto no local, como eu seguro agora o peito de tanto sentir as coisas que você escreve. Incríveis!

Like what you read? Give Carol Furtado a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.