O Chato

Aforismo 1 — O Chato

O homem chato — Não ouviram falar daquele homem chato, que sempre diz algo que você não entende? Que diz algo irrelevante para a sua vida? Que diz algo que te deixa desconfortável? Sempre há aquele alguém que está lá para te lembrar das coisas desprazerosas da vida, do outro lado da moeda, daquilo que te faz relembrar constantemente que você não sabe de nada, de que você é impotente. Se estamos condenados a sermos livres, assim estamos condenados a conviver com pessoas que discordam de nós, condenados a sempre encontrarmos o homem chato.

Ninguém gosta de se sentir inferior, por mais que negamos, lá no fundo sabemos que tudo o que fazemos na vida tem um objetivo, com a finalidade de se destacar nesse emaranhado de pessoas, chamado de sociedade. A sociedade consegue fazer com que qualquer pessoa que desvie do padrão seja considerada chata; tudo aquilo que é desprazeroso é ruim e isso faz com que os chatos sejam os mais excluídos da sociedade, mas será que eles ligam? Será que eles são assim para serem superiores aos demais? E se eles realmente forem? Quem é o chato afinal: a sociedade inteira ou um indivíduo em questão?

Quem possui desinteresse na vida não é o chato, pois ele é o ativo, não o reativo. E se todos formos chatos e não queremos ser lembrados disso em nenhum momento e por isso não podemos ficar em solidão, ou em companhia com o chato? Poderá ser ele, o agente que faria com que nos tornemos: nós mesmos? Se isso for verdade eu vós digo: “Torna-te a pessoa mais revoltante, mais incomodada, mais crítica e complexa que o mundo já viu, pois será você que fará com que a vida valha a pena”.