Não, pera.
Yasmin Narcizo
11

“ Não, pera. Primeiro de tudo, Christian, e juro que sem querer ofender, mas quem pode definir o que é machismo e o que não é são as mulheres. Apenas. Esse é o nosso lugar de fala, não o de vocês.”

Não. Só pare. Não existe isso de local de fala, você só quer uma bolha de gente que não discorde de você. Não é só os afetados por um crime que podem dialogar sobre o crime: muita gente pode e deve. Pluralidade de ideias é isso, não tente censurar aqueles que não são mulheres. Qual seria a sua diferença pra um machista se você também quer censurar alguém por ser homem?

Eu posso concordar com você quando você diz que ofender a mulher por sua conotação sexual é machismo, mas só aí. E além do mais, como eu já disse, o crime não foi motivado por uma ofensa de conotação sexual. O criminoso se sentia injustiçado, embora nós dois sabemos que ele não foi, até porque se alguém tem coragem de fazer o que ele fez então não devia estar perto de uma criança mesmo.

Já seu último argumento se baseia em achismo. Não temos como saber se ele faria o mesmo com outro homem, pelo menos não mais. E eu também não estou achando a lista de mortos, mas acho que ele matou sim homens da família da mulher. Se não tiver matado, peço desculpas.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.