Por que perdemos grandes profissionais?

Pessoas felizes não deixam empregos que amam.

Jul 3 · 8 min read

As pessoas não saem simplesmente do emprego, elas decidem não querer mais fazer parte daquela cultura.

Depois de 14 anos de experiência e muitas empresas no curriculum já vi esse filme algumas vezes… Hoje como Head de Design sinto que esse é um assunto que precisa ser discutido. Por esse motivo estou escrevendo 2 artigos! Nesse vou colocar o olhar do funcionário e no próximo, o que um(a) líder pode fazer para reter talentos.

Recentemente eu tenho refletido muito sobre o emprego dos sonhos, sobre como posso manter uma taxa de turnover baixa e quais são as motivações que fazem um bom profissional olhar o mercado. Venho pensando também no que faz uma empresa olhar para outros profissionais que não sejam você. E porque essa ambição profissional de querer novos significados.

Existem vários cenários e fatores, mas o ponto é que ninguém pensa em se demitir de um momento para o outro.

Essa é uma decisão que vai se formando após alguns acontecimentos. As vezes é quando você recebe uma mensagem de um amigo dizendo, “oi você não está afim de vir tomar um café aqui? Sem compromisso…”, as vezes é um feedback mal dado, ou um feedback que deveria ser sido dado e não foi. As vezes você está dando o seu melhor e parece quem ninguém esta vendo. Essas coisas acontecem independente da maturidade da empresa.

O que precisamos levar em consideração é que o nível de imaturidade profissional na nossa área é bem alto, muita gente começando agora, praticamente todo mundo um pouco perdido sem saber o que fazer e onde chegar.

Não temos muitos cases de sucesso de carreira para a gente usar de norte. Quando olhamos para o C-level das empresas, pouquíssimos profissionais são da área de Design. Então como lidar com as situações que vão aparecer?

Eu não tenho a resposta certa, ainda estou nessa jornada, aprendendo, mas tenho algumas reflexões que podem te ajudar.

Quando você se permite refletir sobre seu momento profissional atual, algumas perguntas começam a te rodear. Todo mundo já passou ou vai passar por isso em algum momento da carreira.

  • Estou feliz com o meu trabalho?
  • Eu gosto do meu meu time?
  • Este projeto que estou trabalhando faz sentido?
  • Eu estou aprendendo?
  • Eu sou respeitado(a)?
  • Eu estou crescendo?
  • Eu estou influenciando produto e estratégia?
  • Minhas decisões de design estão agregando valor?
  • Eu me sinto empolgado em dar o meu melhor?
  • Esta empresa / equipe está indo a algum lugar?
  • Eu acredito na visão e no propósito da empresa?
  • Eu confio nos líderes?

Uma coisa que aprendi na gestão de pessoas é que cada um tem um fator motivador diferente. Enquanto para alguns o importante é ter grandes cases e ser reconhecido, para outros apenas o reconhecimento financeiro é suficiente. Nesse momento o importante é você saber o que te motiva, porque isso vai facilitar a sua reflexão se onde você está hoje é o lugar certo para você. E indo além, talvez isso esteja mais ligado a como você lida com as adversidades e desafios para seguir em frente, do que qualquer outra coisa… Você só vai descobrir se refletir.

A única coisa que eu tenho certeza é que:

Sempre tem alguém vendo! Anota isso. E mesmo que não tivesse, você tem que continuar sendo um bom profissional, porque isso é o que vai te diferenciar do todo.

Inúmeras vezes vi profissionais excelentes saindo das empresas, e até hoje me questiono: Por que eles estão saindo? Como a empresa não percebe que está deixando ir embora uma super oportunidade?

Ao estudar o mercado, as situações ocorridas, me deparei com uma lista que fez total sentido com tudo o que eu já havia passado. A real razão pela qual nós pedimos demissão. Então vamos aos 6 fatores motivadores:

Pouco espaço para crescer

Já estou a aqui a 2 anos e eu não tenho ideia de quando vou ser um líder. Quais habilidades necessárias para tornar-se pleno ou senior? Como faço para chegar lá?

Ou algo como quando as empresas preferem procurar profissionais no mercado ao invés de incentivar, treinar e valorizar os que já tem.

Essa cena vive se repetindo por aí:

"Você sabe, eu não tenho ideia de quando vou ser um líder aqui." No final do mês passado, essa pessoa ouviu alguém dizer que ela não seria promovida. Quando ela conseguiu a promoção que merecia, já era tarde demais.

Ter uma perspectiva de evolução e ver a empresa crescendo é um grande diferencial nesse momento.

Liderança ruim

Existem pseudo líderes que na verdade são chefes e não veem valor no design. Para eles qualquer coisa estava bom. Existem chefes que não blindam seus times, e preferem defender a própria pele. Existem chefes que querem ganhar todo o mérito sozinhos. Como já disse anteriormente não é fácil achar bons líderes. Uma prova disso é que esse é o 2º maior motivo que levam as pessoas a se desligarem de uma empresa.

Seu líder te puxa para frente e te incentiva a ser melhor?

Liderança é sobre conseguir extrair o que há de melhor naquela pessoa. Achar qual é o aspecto em que ela pode brilhar.

Que tipo de sentimento sua liderança extrai de você?

Seu líder consegue ser uma inspiração para você? É do tipo que quando olha seu trabalho consegue pontuar cada decisão baseada em argumentações de design, com justificativas pertinentes?

Quantas e quantas vezes temos que fazer alterações que não fazem nenhum sentido para o produto? Já teve vezes que, mesmo com pesquisas qualitativas e quantitativas uma ideia não foi pra frente. (Aqui pode entrar um outro assunto chamado resiliência, e o aprendizado de maturidade, mas fica para um próximo post).

Ou é do tipo: faça o que eu digo, não faça o que eu faço?

Péssima cultura de trabalho

Quando falamos de cultura, há sempre muita coisa envolvida.

Você sabe qual é o propósito da empresa que você trabalha? Quais são os valores que ela defende?

Qual a visão da empresa sobre o valor que o Design traz? Precisamos questionar isso no momento da entrevista! Converse com quem trabalha lá, com quem já trabalhou… Linkedin tá aí gente, é so mandar uma mensagem no inbox

Entender o que diferencia as organizações de design de alto desempenho é fundamental para aprender como sua empresa pode evoluir e construir uma linha de resultado melhor. By Invision

O fato de não falarmos sobre isso faz com que esse seja o terceiro maior motivo de desligamentos.

Falta de desafios

Você geralmente percebe isso quando se sente sub utilizado.

Você se preparou pra caramba para ser um bom profissional, investiu em vários cursos, tirou certificações e o trabalho que você tem que fazer no seu dia a dia é completamente manual.

Então começam os questionamentos:

Você se sente necessário em seu projeto atual? Qual valor você está trazendo?

Você sente que tem representatividade, voz ou influência no rumo que o time ou projeto está tomando?

Por padrão nós sempre temos a tendência de dizer que os problemas estão nas coisas e não em nós. Não vou falar que é fácil passar por esses “problemas”, mas é uma questão de ponto de vista. Demorei muito tempo para entender que essas dificuldades que passamos na verdade são oportunidades para o seu crescimento profissional.

Você já fez a sua parte hoje?

Tentou dar e receber feedback ? Conversar com membros do time e seus líderes? De verdade?

Existe possibilidade de trocar de projeto dentro da sua organização?

O que mudou? Você e seus interesses? A estrutura da empresa? O time? O projeto trocou de fase?

Tente identificar a origem de seu descontentamento. Olhe pra ele no olho e não protele.

Utilize o tempo livre para o seu aprimoramento, aproveita para estudar ou para puxar frentes novas, um produto nunca está 100% pronto.

Pode ser que você realmente não seja a pessoa ideal para o momento… não se culpe. Pode ser que alguém com interesses mais alinhados se encaixe melhor com o momento. Descubra.

Salários baixos

Nesse momento estamos em uma bolha enorme na nossa área, júniors pedindo salários de plenos, plenos de sênior e assim a coisa vai.

Quanto o mercado está pagando para um profissional com as suas habilidades e responsabilidades ?

Vejo com certa frequência um profissional que entrou com um salário adequado, mas ao longo do tempo foi evoluindo e agregando novas funções e responsabilidades, e para isso, o salário acaba ficando defasado. Esse é o quinto maior motivo para desligamentos.

Minha dica é antes de olhar para o mercado, converse abertamente com seus superiores sobre os desafios que vem enfrentando e sobre a sua remuneração atual não estar compatível.

Descubra se a empresa realmente remunera as pessoas de forma igualitária e justa.

Existe uma relação de poder que ocorre entre empregador e empregado. O empregador precisa de você e você dele. É mútuo. Aprenda a defender o que acha justo.

Se valorize e sempre que for pedir aumento justifique com argumentos pontuais e que mostrem (ou provem) que você vem fazendo além do que era para ser feito. Mostre valor.

Pouco reconhecimento

Reconhecimento não vem somente de aumento de salário, claro que esse é um dos fatores. Mas um feedback positivo em público na frente do time todo tem um valor tão grande quanto. O reconhecimento pode ser até mesmo uma autonomia dada a você para uma discussão importante. Afinal de contas estão reconhecendo que você entende do assunto e confiam no seu trabalho.

Isso infelizmente acontece com mais frequência do que gostaríamos, mas se você estiver dando o seu melhor… como eu disse lá em cima, sempre tem alguém vendo e sua hora vai chegar.

É claro que existem muitos outros motivos e aqui tem um artigo que aborda isso https://medium.com/startupsco/people-leave-their-supervisors-do-they-really-34fa3ad64b34

Ok, então posso reter talentos?

Esse é um papo que temos que ter para o amadurecimento da empresa e da disciplina.

Ta preparado? O próximo artigo já tá quase saindo do forno.

Links que me inspiraram a escrever esse post:

Thanks to Bruno Pego, Júnior Lima, Gustavo Herrero, Paulo R Ziolle Junior, and Vinícius Vieira

Claudia Mardegan

Written by

Head of Design and Innovation at Rede Drogasil Raia | Teacher at Mergo Design

Welcome to a place where words matter. On Medium, smart voices and original ideas take center stage - with no ads in sight. Watch
Follow all the topics you care about, and we’ll deliver the best stories for you to your homepage and inbox. Explore
Get unlimited access to the best stories on Medium — and support writers while you’re at it. Just $5/month. Upgrade