A descoberta

O feliz sorri sempre,

corre, grita, fala incansavelmente

O feliz se arrisca… e acerta,

erra, mas é feliz igual

O feliz ama, se apaixona, namora, desnamora,

fica só e ainda assim é feliz

O feliz faz cara feia, chora,

fala palavrão, ofende

O feliz trabalha, comemora,

viaja… e volta

O triste só olha…

O triste faz milhões de planos,

traça metas

O primeiro emprego, formatura,

carro, casa, bicicleta

O triste não tem dúvidas,

será feliz alí,

quando alcançar o próximo objetivo

O triste concretiza o plano,

e se frustra

O triste segue triste,

e então reflete:

A felicidade não está no horizonte,

como um prêmio pra chegada

A felicidade é agora, tá aqui

Isso, aqui mesmo

Naquele olhar, simples, naquele abraço

A felicidade é o caminho e não o destino

Está em cada passo simples,

em cada encontro, cada despedida

O triste conclui, então:

A felicidade é simplesmente tudo isso,

é a vida!

O triste foi feliz o tempo todo e não sabia,

e a vida passou, triste partida