Pesadelo

Por: Felipe Cabral

Deixa tua cama para trás
Por mais forte que te segure
Pois o sol já está a raiar.
E tens que abrir-te os olhos.

Sabes que se o fechares
Sonhará outra vez
Com monstros e demônios
Que te machucaram no passado
E ainda o fazem hoje
Mesmo que distantes.

Vá-te ao banheiro
Joga-te uma água na cara.
Isso vai resolver.
Isso vai resolver?
Por que gravais tais sonhos?
Por que lembra-te deles por dias a fio?

Olha-te no espelho
O que vês?
Tu não és mais aquele menino fraco
Tu cresceste, amadureceste
Mas ainda tem medo do escuro
Dos bichos que ele pode esconder
Das memórias que ele pode revelar
Medo que tudo possa se repetir
Mesmo depois de ter aprendido 
Tanto.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.