Os melhores discos de 2016 — Internacional

Às vezes me perguntam por qual razão eu faço todo ano esta famigerada lista que não serve pra nada, a não ser pra eu despejar os discos que ouvi no ano e mais gostei. A resposta é simples: porque eu gosto. A lista atende a critérios óbvios, que são: 1) gosto pessoal; 2) apenas álbuns que foram ouvidos por mim. 3) não há nenhuma implicação histórica ou técnica na lista. É gosto mesmo. Lá vai:

1 — Nick Cave and the Bad Seeds — Skeleton Tree

2 — David Bowie — Blackstar

3 — PJ Harvey — The Hope Six Demolition Project

4 — Esperanza Spalding — Emily’s D+ Evolution

5 — The Rolling Stones — Blue and Lonesome

6 — Car Seat Hardrest — Teens of Denial

7 — Leonard Cohen — You Want it Darker

8 — Savages — Adore Life

9 — Angel Olsen — MY WOMAN

10 — Radiohead — A Moon Shaped Pool

11 — Mitski — Puberty 2

12 – Pinegrove – Cardinal

13 – Warpaint — Heads Up

14 – Yak — Alas Salvation

15 – Lucius — Good Grief

16 – Wilco — Schmilco

17 – JAWS – Simplicity

18 – Lake Street Dive – Side Pony

19 – Future of the Left – The Peace and Trust of the Future of the Left

20 – Kings of Leon – Walls

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.