Aquário

Vê que o tempo predito, enfim, chegou

Aquilo que foi visto por budas, avatares

Não era sonho, nem ilusão, já se firmou

Tira o véu, olha pra nova Terra, é agora

Não há mais que temer, vai, se entrega

Entra pela porta que se abre, já é hora

Esquece o que passou, a dor, o pranto

Dança a sua música, gira com o vento

Flutua nas águas e canta o seu canto

Que a vida é mesmo esse eterno som

É o caos, a constante sábia mudança

E fluir junto com amor é o nosso dom

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.