Atraso no Intercâmbio… O começo da Jornada!

APRENDIZADOS:

  • “Entregue as coisas em dia! A pontualidade é o caminho para o sucesso e progresso de qualquer ofício, na pontualidade revela-se caráter; na responsabilidade a pontualidade se manifesta.”
  • “Todos vão lhe ajudar a chegar onde desejas, mas se houver uma noção de descomprometimento da tua parte, a ajuda não mais se apresentará constante. Não devemos ajudar as pessoas de maneira permanente se fizermos por elas aquilo que mostram que podem e devem fazer por si próprias”.

Eu sou Davi, tenho 17 anos e vou para Montreal, Canadá. Farei um intercâmbio de seis meses e esta será o começo de toda a documentação da minha experiência.

Espero que consigam tirar muito sobre o intercâmbio — para aqueles que querem fazer, ou para aqueles que querem mandar os filhos — , mas também muito sobre a vida em geral. Mesmo se não pretende fazer intercâmbio, ainda acho que possa ser uma boa jornada para acompanhar.

A JORNADA NESTE MOMENTO:

Eu não sei se eu deveria falar sobre como tudo foi até o meu exato momento, mas eu acho que não. Prefiro falar de onde estou para a frente.

Nesse exato momento eu já passei pelo trampo que é fazer o “application”, agora estou esperando para o dia da viagem.

Era para eu ter embarcado n0 dia 30 de Janeiro de 2016 — hoje é dia 24 de Fevereiro 2016 — , mas o visto que, teoricamente, permitiria minha entrada no Canadá ainda estava com a Embaixada no dia que tínhamos marcado a viagem. Eu estava na espera deste visto desde o dia 29 de Dezembro de 2015.

Voltando um pouco. No final de Dezembro, logo depois de termos acabado com todo o “application” e de ele ter sido aprovado pela escola e embaixada canadense, eu precisei fazer o pedido do visto, mas, além de mal saber o básico sobre ele, eu também não sabia que ele fazia parte de um grande processo burocrático, como o próprio “application” é, tornando-o um processo muito lento.

Então, fiz o pedido para que a Embaixada me desse a autorização para viajar, essa autorização era o visto — ao menos era o que eu achava ser. Porém, ao fazer o pedido, não sabia que eles precisariam de 28 dias úteis para fazer a entrega do visto. Com 28 dias úteis eu definitivamente não conseguiria viajar no dia 30 de Janeiro como estava marcado a passagem – mesmo se fosse necessário somente o visto –, mas, mesmo assim, eu achava que conseguiria viajar alguns dias depois do dia 30.

Não deixem de prestar atenção no visto de vocês e em quantos dias ele vai ser devolvido, pois pode não bater com o dia da viagem! E, se preparem para atrasos da própria Embaixada. Tudo para não perder o dia do embarque!

Não foi bem assim, o visto além não chegar dia 30 de Janeiro, chegou bem depois dos 28 dias úteis. Chegou dia 18 de Fevereiro.

Dia 18 eu estava pulando de alegria ao receber o e-mail de que havia chegado o visto, pois por causa do dia eu poderia viajar dia 21, mas, é claro, ainda estava faltando algo que nem de sua existência eu sabia.

Eu ainda precisava de mais uma autorização depois do visto, que vinha do Canadá. Disso eu não tinha a menor ideia, eu realmente não sabia da existência dessa autorização. Mesmo não sabendo, achava que essa autorização chegaria antes de sábado, dia 21, teoricamente o dia da viagem remarcada. O problema é que essa autorização chegou no dia 21 de Fevereiro, sim, sábado. Os intercambistas viajam sábado, por uma série de motivos. Aí ficou complicado para que eu embarcasse no mesmo dia.

Resumindo, não embarquei dia 21 de Fevereiro, ainda estou no Brasil esperando a chegada do próximo sábado para que eu realmente consiga viajar.

Mas esse problema começou muito antes do pedido do visto. Todos os atrasos começaram pelo simples motivo de eu ter entregado todos os documentos do Application atrasados. Sim… Com uma semana de atraso mais ou menos. Não porque eu não tive tempo o suficiente ou qualquer outro fator externo, foi simplesmente por pura incompetência e um sentimento de que esses atrasos, na real, não me atingiriam nunca. Eu achava que não tinha como dar errado.

Me arrependo por ter pensado assim, sou sincero ao menos comigo de dizer que cheguei a pensar dessa maneira, mas espero ter aprendido e estou sofrendo as consequências agora mesmo.

Chegarei, então, dia 27 de Fevereiro (próximo sábado) no Canadá. Não foi dia 30 de Janeiro, nem 21 de Fevereiro. Perdi um mês de “6 meses” nessa brincadeira — que na realidade são somente 5 meses efetivos, nem 6 meses de verdade tem os intercâmbios que prometem isso.

Aquilo que me faz me sentir 10x mais culpado é o dinheiro do meu pai que está indo para o lixo por eu ainda não estar lá, mas ele — boa pessoa como é— só apontou isso uma vez, e sem a menor intenção de me deixar mal, só para que soubesse que isso estava acontecendo. Pelo menos sinto que ele sabe que estou consciente sobre esse ponto, vê que eu entendi que errei muito feio pelos atrasos.

Bom, eu não me fiz de vítima o texto inteiro, odeio quem se coloca em tal posição. Mas, ao mesmo tempo, tenho de alertá-los que, além de:

“Vocês tem de fazer o Application e entragar sem atraso algum, pois ele, no final, realmente faz você perder o dia da viagem.”

Vocês também precisam saber que:

“Se vocês atrasarem os documentos, aqueles que te ajudam dentro da empresa não vão fazer de tudo para que você viaje no dia exato que estava marcado, porque, teoricamente, não é o trabalho deles corrigirem o atraso que você criou.”

Depois que você passa o cartão e faz a compra do pacote de intercâmbio existe uma grande chance de eles, mesmo te ajudando, não terem um compromisso realmente muito grande com a tua viagem. Pode ser só por experiência própria também… Mesmo assim, não deixem sobrar para eles! Eles não vão deixar tudo de lado para te ajudar a sair de um buraco, mas você só fica dentro do buraco se você for irresponsável e não for subindo aos poucos com eles te dando a mão e o apoio.

Eu entendi que eles querem te ajudar, mas eles não vão, no final das contas, sair de suas zonas de conforto para fazer uma diferença drástica pra que tu consiga viajar no dia marcado. Entregar os documentos sem atraso para que não precise haver uma cobrança maior do que aquela previamente combinada em cima daqueles que estão te ajudando é a coisa mais básica que você deve entender. E que por acaso não fiz, mas começarei urgentemente!

Bom, essa semana é a parte em que tenho de arrumar as malas e fazer as compras finais. Estou realmente me preparando para o sábado! Documentarei tudo aqui! Não todos os dias. Ainda não sei a frequência, mas não vou deixar de postar a minha experiência, pois espero ajudar ao menos uma pessoa com isso tudo!

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Davi Ayres’s story.