A arte da auto-sabotagem

Em um olhar macro para a minha vida, as coisas estão indo bem. Sou casado com um esposa amável, compreensiva, inteligente e linda, continuo empregado e, eu e minha esposa, estamos com a viagem de nossos sonhos marcada, com passagens compradas… Ainda assim, sinto-me descontente, sem forças.

Não consigo terminar as coisas que me propus começar, estou a um passo de acabar a faculdade e pensar nela me causa pânico. Minha casa, hoje, é um reflexo da minha alma, nada em seu lugar, ou tudo num lugar só, dependendo do ponto de vista.

Não sinto vontade de ir pro trabalho, todos os dias luto contra mim mesmo para que eu consiga ir trabalhar, afinal sem emprego as coisas seriam ainda piores.

Em resumo, esse é minha situação, tenho nada pra reclamar da minha vida e ainda assim encontro-me nessa situação.

Alguém está me sabotando, provavelmente foram os russos, ou eu mesmo.

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Dimitri Lameri’s story.