Manifesto Por Uma Escola Sem Censura

A educação brasileira está prestes a sofrer mais um duro ataque, caso a comunidade escolar e a população brasileira não se mobilizem contra a ofensiva a ela planejada. O projeto Escola Sem Partido surgiu há mais de dez anos, elaborado por representantes da extrema direita conservadora do país, que classificam as escolas como “locais de subversão política”. Pior, apresentam os estudantes como simples massa de manobra, que nada têm a contribuir para a produção de conhecimento. Debatida em doze câmaras, mas em nenhuma escola, a proposta — essencialmente anticonstitucional — impõe uma nítida censura na liberdade de expressão e pensamento.
 Os estudantes querem diversidade de ideias, a liberdade de pensar sem imposições e democracia real. O escola sem partido é na realidade a escola de um partido único, representante daquilo que há de mais retrógrado, reacionário e atrasado na sociedade.

O projeto da Escola Censurada não irá nos calar!

As escolas brasileiras, no último período, entraram na rota mundial da juventude indignada. Com mais de 600 escolas ocupadas por todo país, foram emparedados governos antidemocráticos e repressores e conquistadas importantes reivindicações. A proposta de “Escola Sem Partido” se levanta desesperadamente para barrar uma juventude sedenta por mudança. Seu objetivo é claro, pretende calar os professores e impedir os debates, como o de gênero, que apontam a importância do respeito à pluralidade. Neste sentido, este projeto impõem às escolas a censura e se abstém da função pedagógica de orientar os alunos em relação à diversidade.
 Tentam explicar da forma mais absurda todo o levante secundarista que tem ocorrido nos últimos tempos. Será que ocupamos escolas porque fomos “doutrinados por professores esquerdistas” ou porque a educação brasileira se encontra num estado deplorável: sem merenda, sem estrutura, sem salário para os próprios professores? Rechaçamos o modelo de educação que cerceia e oprime, que cala e divide. Fizemos das escolas espaços de esperança, de criação e diálogo. Ao negligenciar a permanência estudantil, desvalorizar o trabalho dos professores e sucatear cada dia mais a educação pública, os governos autoritários atacam diretamente a juventude, em especial os jovens mais pobres das periferias.
 Sabemos que padronizar as ideologias em sala de aula serve somente àqueles que não querem que os jovens se levantem contra a situação precária da educação. Agora, visamos uma escola que coloque os alunos em primeiro plano, ouça os grêmios e movimentos estudantis, combata o machismo, racismo e LGBTfobia de forma efetiva para que os alunos se sintam acolhidos e principalmente seguros no ambiente escolar.

O Encontro de Grêmios do DF já se posicionou por uma Escola Sem Censura

E para termos a escola que queremos ocuparemos todos os espaços, não sairemos das ruas, até que nossa liberdade seja reconhecida e nossas vozes ouvidas. Dizemos não à uma escola com censura, queremos que a democracia seja radicalizada, e que o estudante tenha o poder de decidir sobre sua educação. Sabemos qual educação e qual futuro queremos, de liberdade, igualdade e respeito.

Assinam o manifesto:

DCE Livre da USP
DCE Unicamp
DCE da UFScar
DCE da UFRGS
DCE da PUC-RS
DCE da UNIFAL
DCE da UFPA
DCE da UEFS
DCE Nelson Mandela, UVA Rio de Janeiro
DCE da UFOPA
DCE da CEUMA
União dos Estudantes de Ensino Superior de Santarém
Grêmio Autonomia e Compromisso, EEFM Adrião do Vale Nuvens, Ceará
Grêmio Jorge Amado, CEM Setor Leste, DF
Grêmio MCE, CEM 12, DF
Grêmio Inova, CEMSO, DF
Grêmio Paulo Freire, Centro Educacional Sigma, DF
Grêmio do Centro Educacional da Asa Norte, DF
Grêmio Gestão Insatisfeitos, CED 01de Planaltina, DF
Grêmio Sambaracu, Colégio São Vicente de Paulo, RJ
Grêmio Juventude Sem Medo , Amador e Catharina Saporito Augusto, SP
Grêmio Aliança Escolar, João Doria, SP
Grêmio Jovens Independentes Revolucionários, Derville Alegreti, SP
Grêmio Estudantil Professor Paulo Freire, Oscarlina de Araújo Oliveira, SP
Grêmio Positivamente, Dom Barreto, SP
Geração Z 3.0, Paulo Manoel da Nóbrega, SP
Grêmio do Colégio Protásio Alves, RS
Grêmio do Prêmem, RS
Grêmio do Jardim Planalto, RS
Grêmio do Rondon, RS
Grêmio do Instituto Federal do Rio Grande do Sul, RS
Movimento Estudantil Geração Futuro, Faetec Marechal Hermes, RJ
Centro Acadêmico de Nutrição da UFPA
Centro Acadêmico de Enfermagem da UFPA
Centro Acadêmico Ciências Sociais da UFPA
Centro Acadêmico de Psicologia da UFPA
Centro Acadêmico da Tecnologia em Construção de Edificios da UVA Ceará
Centro Acadêmico de Filosofia da UVA Ceará
Centro Acadêmico de Letras da URCA
Centro Acadêmico de Pedagogia da UFRN
Centro Acadêmico de Farmácia da UFRN
Centro Acadêmico de Pedagogia da UNP
Diretório Acadêmico de Biologia da UEFS
Centro Acadêmico de Direito da de Direito UFOPA
Centro Acadêmico de Matemática e Estatística da USP
Centro Acadêmico de Enfermagem XX de Maio, UVA Rio de Janeiro
Coletivo Marie Curie da UTFPR
Juntos!
Liberdade e Luta
União da Juventude Rebelião, Pará
Domínio Público
Movimento Cidade Lúdica
Mandato do Deputado Estadual de São Paulo Carlos Giannazi
Mandato do Deputado Estadual do Rio Grande do Sul Pedro Ruas
Mandato da Vereadora de Porto Alegre Fernanda Melchionna
Mandato do Vereador de Porto Alegre Professor Alex Fraga
Coletivo Primavera Socialista