A minha primeira vez

Meu nome é Luan, atualmente tenho 21 anos, quero deixar claro que tudo que contém aqui é uma história baseada em fatos 100% reais. Vou contar para vocês como é que foi minha primeira vez.

É meus amigos, eu perdi a virgindade e não to falando do traseiro!

Esse bagulho aqui que eu uso pra mijar já esteve dentro de alguém…

Minha primeira vez foi o dia mais louco da minha vida. Foi com minha terceira namorada… Eu já tive um bocado, vou citar nomes porque comigo é assim, eu cito nomes porque não minto! Então já namorei a Juliana, Lais, Leticia, Nathalia, Jessica, Patricia, Raphaela, Beatriz, Bruna, Ingrid, Luana e deve ter mais que não lembro o nome, serio eu já namorei muita menina, não sei por quê, não sei como conseguir elas e digo mais: Todas consideradas pelo povo “muita areia pro meu caminhãozinho”.

A minha primeira vez, eu acho que tinha 16 anos ou 15 não me recordo… Nesse dia já era mais de 18 horas, eu fui buscar ela na escola porque não teve aula pra ela esse dia e eu falei pra minha mãe quando cheguei que também não teve para mim… Ai vou lá eu montado na minha bike linda maravilhosa, eu gostava mais da minha bicicleta do que da minha namorada, até roubarem. (Detalhe, roubaram as duas). Minha bicicleta era PRETA, REBAIXADA, GARFO DE MOLA, MARCHA, PNEU SNEAK, CORRENTE CROMADA muito linda mesmo e Minha namorada era BAIXA, CABELO CASTANHO, BUNDÃO PQ 2 ANOS E MEIO DE ACADEMIA, PEITO RAZOÁVEL, USAVA APARELHO E OLHOS CASTANHO MEIO ESVERDEADO eu estava ou não certo de gostar mais da minha bike? Minha bike era super daora e customizada do meu jeito eu gosto, e minha namorada só gostava das coisas do jeito dela. Mas enfim, vamos voltar a parte que eu busco ela na escola. Eu fui com minha bike que foi apelidada carinhosamente de “neguinha”, foi eu com minha neguinha buscar minha namorada na escola, chegando lá ela saiu e a gente foi para nossa praça preferida, nome da praça é Frei Damião, a gente sempre ia pra lá e se pegava muito. era beijo para lá, beijo para cá, mão na bunda. Nessa época eu me achava o maior putão da Cidade porque eu tinha uma namorada era desejado por outras e minha namorada era desejada por vários e adivinha só quem pegava ela? Eu, alem de pegar ela eu pegava a bunda dela. Nesse dia foi muita pegação, durante a pegação a gente tava em pé nessa casinha

Agora ela já tem telhado, daí eu peguei na bunda dela e coloquei a mão por dentro da camisa dela, passando pelas costas dela…. Foi então que ela se empolgou também e me beijando ela apertou meu pinto eu tomei um puta de um susto e dei maior tapão na mão dela, eu todo assustado até porque namorar para mim era beijar na boca da menina e o homem podia apertar a bunda dela para parecer algo mais quente…

AI ela reagiu assim

Daí eu falei:

— Foi mal é que vamos deixar isso pra depois, tem muita gente aqui…

Obs. No dia essa praça tava deserta a praça, sempre é!

Quando eu falo que esse foi o dia mais louco e vergonhoso da minha vida, é porque realmente foi. Se pegarmos bastante e eu convidei ela para ir lá em casa. Quando eu estava voltando para casa, já aqui nos prédios próximo ao meu prédio eu fui passar na lombada e não vi um buraco que tinha, daí adivinha? Caímos de bike e o pedal da bicicleta entrou dentro do meu chinelo, estraguei o chinelo, eu super preocupado quando vi minha namorada e a neguinha no chão, logo eu levantei rápido para levar a neguinha, minha namorada levantou sozinha depois. Daí a gente foi o resto do caminho a pé porque ela tava com raiva e medo de ir comigo e eu estava descalço porque meu chinelo tinha quebrado. Chegando em casa estava toda minha família na sala meu irmão, pai e mãe, ai a gente ficou um pouco la com eles para disfarçar né e depois fomos para o quarto jogar Uno.

Daí ficamos lá pelo menos uns 30 minutos jogando UNO, até que a porta do quarto se abriu era meu irmão, pegou algo no guarda roupa, mas tenho certeza que ele entrou lá porque minha mãe mandou ele ver o que a gente tava fazendo. Quando ele saiu do quarto eu combinei com minha namorada, qualquer coisa tu grita UNO, ela não entendeu. Dai eu levantei tranquei a porta e brincando apaguei a luz pra minha namorada achar que eu ia querer comer ela, isso eu fiz na zoeira, só queria assustar ela e quem acabou se assustando foi eu quando ela veio a milhão na minha direção e começou a me beijar com muita força.

Foi quando ela novamente tentou apertar meu pinto, dessa vez eu não tinha desculpa de alguém ver, a gente estava trancado no quarto com a luz apagado e eu deixei, foi prazeroso, fico mais duro que gel cola, serio nunca tinha ficado tão duro na minha vida, meu pinto parecia que ia explodir. Daí eu pensei: “meu Deus, É HOJE!!!!”

Ai eu entrei no clima né… Comecei a passar a mão nela também e fui para cama, me sentindo maior putão tirei a blusa dela e ai já vai o segundo mico (o primeiro foi o tapa na mão dela, quando ela tentou pegar meu pinto na rua) Tirei a blusa, tirei o short dela e quando chegou no sutiã eu passando a mão atrás das costas dela e não achava a trava, perguntei o seguinte?

— Esse sutiã é velho né?

— Não, por que?

— Parece que a trava emperrou e não da pra abrir ele

Ela olhou para minha cara com cara de deboche e falou rindo

— Cara, esse abri pela frente

https://pbs.twimg.com/tweet_video/CAUXSAqW4AAWHgX.mp4

Ai ela pressionou os seios e o sutiã se abriu só, com a maior facilidade do mundo.

O.K.A.Y, com esse já são 3 micos em um só dia, eu tinha falado que seria o segundo né, mas lembram que eu cai de bicicleta com ela?Como eu esqueci disso?

Lista micões

  1. Dei um tapa na mão da menina porque ela tentou pegar no meu pinto.
  2. Cair de bike carregando uma menina.
  3. Não sabia abrir o sutiã e fiz uma pergunta muito desnecessária.

Na verdade já é desnecessário falar quando você está próximo a transar, né?

Ai beleza, ela já sem sutiã. Começou a me beijar enquanto tirava minha camisa que era de botões e minha calça… Ficou eu de cueca e ela só de calcinha… Dai eu fiquei com olho aberto, porque além de tocar nos seios dela eu queria ver também.

Dai eu pensei: “”vou ganhar, vou tirar toda roupa dela primeiro(Kkkkkk)” serio eu tava quase transando e disputando quem tirava a roupa do outro mais rápido e disputando sozinho porque ela não sabia. Ai eu tirei a calcinha dela e ela tirou minha cueca e a gente começou a se pegar muito, mas muito o pinto lá durão nem balançava ficava batendo na barriga PA PA PA enquanto eu beijava ela, daí ela me beijando segurou ele e eu peguei os peitos dela… MANO, EU SOU APAIXONADO POR PEITOS, ELA LÁ ME BEIJANDO E EU COM A BOCA PARADA COM A LINGUA PARA FORA PORQUE EU ESTAVA DISTRAÍDO DEMAIS COM OS PEITOS DELA PARA PODER BEIJAR ELA DIREITO… Enquanto isso ela tava lá me beijando sozinha e segurando meu pinto ao mesmo tempo, eu não sabia como ela fazia aquilo, tinha que ter muito autocontrole, coordenação motora e tudo que ajuda uma pessoa a fazer mais de uma coisa ao mesmo tempo. Então ela me empurrou na cama onde estavamos nos pegamos para que eu deitasse e veio por cima de mim como se estivesse montando em uma moto.

Dai eu pensei: “É AGORA. AGORA VAI!!!

Ela veio pra cima de mim, hora da penetração, a parte mais esperada do SEXO não é mesmo? Eu segurei meu pinto e comecei a procurar onde enfiar ele, e nada de encontrar, empurrava e não entrava, foi quando eu não sei o que eu tinha na cabeça, mas eu perguntei pra ela:

— Você é virgem?

E eu..

— É porque não consigo colocar meu danado na sua danada ela é fechadinha, e eu to com medo de te machucar…

FOI QUANDO VEIO A RESPOSTA DELA

MANO COMO EU VOU SABER QUE FICA EMBAIXO, SENDO QUE NOS PORNO QUE EU ASSISTIA O CARA E A MULHER FAZIAM EM PÉ E EU ACHAVA QUE ERA NA RETA DO MEU PINTO OU SEJA NO MEIO DA MENINA E NÃO EMBAIXO… ELA TINHA QUE RELEVAR ISSO, MAS ELA NÃO SABIA QUE EU ERA VIRGEM, ATÉ PORQUE EU UNS DIAS ATRÁS FALEI PRA ELA QUE NÃO ERA… QUE AJUDARIA ELA…

Foi então que bateu o desespero e o bagulho não queria ficar mais de pé, começou a ameaçar cair, amolecer e tava igual as torres gêmeas quando o avião bateu: EM CHAMAS, MAS CAINDO!

Então ela segurou ele, me olhou nos olhos e passou a cabeça dele na porta… Eu entendi que aquilo era um convite e pensei, já sei onde é o local da festa, ela me levou até lá pessoalmente, vou chegar entrando.

Ai eu mirei, mas mirei certeiro e PLAU empurrei com tudo!!! Foi quando ela de repente:

— PORRA

AI EU:

— ?????? O QUE QUE FOI????? Falei que tava com medo de te machucar, desculpa!!

E ELA RESPONDEU:

Ai eu tinha que me sair dessa mancada né, já foi uma noite cheia de micos e minha sorte era que no escuro não dava para ela ver o quão vermelho tava meu rosto.

Ai ela já impaciente né, quase 10 minutos procurando o buraco certo e não achava, ela pegou no meu danado, direcionou até a danada dela e falou, bota. Foi quando eu empurrei com muita força. Enquanto eu já estava dentro dela eu peguei ela pela cintura, ela estava montada em mim e então: TA TA TA TA TA TA TA TA quando deu 7 segundos (mais ou menos) minha perna travou, ficou super dura, mais dura que meu pinto, mais dura que meu pai no final do mês, mais dura que uma pedra, mais dura que um ferro e alem de ter endurecido ela também começou a doer, mas doer muito!!!

Ai eu falei pra ela:

- Espere, espere, espere (aii ..)

Ela: O que? já gozou?

Eu:

— Não. Deu caimbrã!!!

Ela me olhou assim:

Em seguida se vestiu foi embora fazendo com que minha primeira vez tenha sido o maior desastre de todos os tempos, fazendo com que esse seja o dia em que eu mais passei vergonha na minha vida!!! Em um unico dia eu bolei aula, 2)dei um tapa na mão dela pq ela tentou pegar no meu pinto 3) Cai de bicicleta 4) Não sabia abrir o sutiã dela e fiz uma pergunta desnecessária 5) Não consegui encontrar a entrada da garagem pra eu ficar brincando de estacionar meu carro 6) Quando eu conseguir guarda o carro, tirei em menos de 10 segundos porque sentir câimbra 7) Ela foi embora insatisfeita e me deixou lá jogado na cama pelado com a perna dura doendo para refletir sobre as coisas que eu tinha feito nesse dia.

Curtir isso:

Curtir Carregando…


Originalmente publicado em eupossoexplicar.com.br em 17 março, 2015.