Quatro problemas que qualquer e-commerce enfrenta (e como a tecnologia pode ajudar)

Em um primeiro momento, pode parecer simples a ideia de manter um e-commerce. A empresa precisa fazer a manutenção de um site, ficar de olho se a estrutura está adequada para o seu tipo de negócio, controlar bem o seu sistema de pagamentos e apostar em uma boa divulgação. Certo? Bem, nada disso está errado, mas é preciso analisar ainda mais profundamente sobre as implicações que uma página de vendas pode demandar com o tempo e, principalmente, sobre os riscos que podem ameaçá-la.

Por isso, é muito importante renovar os planejamentos, analisar o crescimento e fazer um balanço geral, sempre que possível. Desta forma, é possível evitar alguns problemas que podem ameaçar o seu e-commerce. Abaixo, listamos quais são e como evitá-los.

1. Problemas operacionais

Sem um fluxo de operação adequado e analisado antes do site ir ao ar, funcionários que fazem parte do processo podem ficar sobrecarregados, afetando a qualidade do serviço. Sendo assim, é de suma importância que os recursos necessários da empresa sejam identificados e qualificados para cada etapa diária do negócio.

No caso de empresas grandes ou que crescem e acabam abrindo filiais, o aumento do quadro de funcionários é praticamente uma nova etapa operacional: novas equipes se formam e o trabalho acaba ficando mais segregado e especializado. No entanto, é essencial que todos da empresa estejam conectados em um mesmo sistema.

E a solução para isto pode estar em sistemas de intranet, que devem estar sempre disponíveis para os empregados, a todo o momento. Para suportar os acessos, o servidor pode buscar no mercado serviços tecnológicos que, além de oferecer melhor desempenho do sistema, ainda aceleram seu tempo de resposta.

2. Fluxo de acessos

Assim como no sistema interno, é essencial que a página que estará disponível para o público também suporte picos de tráfego, afinal, isso é algo que não pode ser controlado. Além disso, a disponibilidade deve ser uma das principais preocupações de um e-commerce que busca amplo reconhecimento no mercado.

Uma solução para esta questão usada por gigantes de vendas mundiais é o Exceda Site Delivery, um serviço disponibilizado em uma rede de mais de 210.000 servidores em 120 países através da maior CDN (Content Delivery Network) do mundo, a Akamai. Com esse serviço, o site fica mais protegido contra quedas e a empresa ainda tem a sua confiança elevada e ganho no desempenho do site.

3. Performance

Um e-commerce com uma navegação ruim é um e-commerce que perde grande parte de seus potenciais clientes diariamente. De acordo com um estudo realizado pela Akamai Technologies, após uma experiência insatisfatória com um site, 22% dos clientes não retornarão e 33% terão uma percepção mais negativa da empresa. Assim, empresas que não oferecerem uma boa experiência de navegação ao cliente chegam até mesmo a correr o risco de perder reputação no mercado.

Com páginas cada vez mais interativas e ricas em conteúdo é necessária uma plataforma dinâmica para se ter uma boa navegação. É por isso que, para a maioria dos e-commerces, algumas soluções apresentadas são imprescindíveis.

Como já citado, há no mercado de soluções tecnológicas capazes de agilizar sites dinâmicos e altamente interativos com segurança, agregando essas vantagens com o melhor desempenho web e a maior disponibilidade para o usuário. Há ainda serviços que também aumentam o desempenho de conteúdo transacional e também capazes de suportar picos de acesso com facilidade. No mercado um exemplo deste tipo de serviço é o Site Acceleration, oferecido pela Exceda.

4. Segurança

A segurança do cliente é a principal preocupação das vendas online. Além de garantir o sucesso da transação, o e-commerce seguro é reconhecido pelos consumidores no mercado, afinal, não é raro aparecer casos de fraude e ataques em sites que lidam com dinheiro e informações pessoais, como número de cartões e documentos.

Algumas soluções protegem os clientes e a própria empresa, que pode ter a página tirada do ar, por exemplo, por esse tipo de ataque. O Origin Shield, por exemplo, ajuda a proteger o IP do servidor do site contra ataques feitos diretamente a ele. Ou seja, a infraestrutura é acessada exclusivamente através da rede Akamai.

Para proteger contra ataques direcionados ao serviço de DNS, é possível também contar com o DNS Protection. O serviço conta com a rede de servidores da Akamai para suportar diversos tipos de ataque ao DNS.

Para aumentar a confiabilidade, integridade e disponibilidade do website, a empresa pode contratar o serviço Web Application Firewall, WAF. Ele oferece uma camada altamente escalável de proteção contra ataques de aplicação com alertas e bloqueios, antes que possíveis ameaças alcancem os servidores de origem. Todo o tráfego HTTP e HTTPS de entrada é filtrado por meio de políticas configuráveis para as camadas de rede e aplicação.

Para proteger o seu e-commerce dessas ameaças, você pode contar com essas soluções da Exceda, assim como de oito dos dez maiores portais de e-commerce do Brasil, que encontraram os diferenciais da empresa e seus inúmeros benefícios. Tudo isso sem exigir nenhum tipo de ampliação da infraestrutura já existente.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.