Saudade é amor que fica

Hoje é dia de home office e os barulhos que ouço são diferentes dos habituais. Tem um martelo ou dois lá no fundo, algo que parece uma serra, parece que resolveram reformar o mundo à minha volta.

Trabalhar de casa significa alguns hábitos matinais diferentes e enquanto arrumava a casa antes de começar o expediente, passando pela sala, onde a TV ligada fazia barulho, peguei o finalzinho do pensamento do dia da Ana Maria Braga: “e assim hoje é o dia das avós”

Hoje é dia de home office e está me dando uma vontade de ir trabalhar lá na sacada. Afinal ninguém me disse em que parte da casa eu tenho que trabalhar. Vontade de sentar no chão, pernas de indinho e olhar para o céu.

Talvez mais tarde, fazer como criança e subir na minha cama para pegar uma sacola, lá no alto do meu armário, uma sacola que tem um casaco dentro.

Acho que hoje é um lindo dia para fazer arroz de cenoura no almoço, com batata frita, cortada bem fininha. De tarde um leite com Nescau. Só não vai ter bolo cortado em quadradinhos vó, este eu não consigo…

Tem tanta coisa que eu não consigo…

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.