Talvez eu não mereça viver, não porque eu sou uma pessoa ruim ou cruel, eu sou descontente com tudo que tenho. Quando eu fizer 17 não sei o que vai ser de mim. Acho que continuar me auto aprisionando em casa vai começar a parecer um pouco bizarro pros outros. Tudo bem que eu já pareço lésbica no trabalha e já tenho apelido de “Gabi a estranha" mas eu sou só eu.

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Ganv’s story.