tomorrow day

Acordei com a vibração do despertador do meu celular, ainda não me acostumei com esse horário, são 5 da manhã, meus olhos quase não se abrem, não consigo enxergar nada, o quarto está bem escuro, foi bom colocarmos aquela cortina na janela, mas é bem perigoso perder a hora por causa do sono.

Olho para o lado e a vejo dormindo, ela dorme com a boca meio aberta, eu acho isso fofo, será que ela está tendo um sonho bom? acho que sim, não quero sair daqui, poderia ficar olhando para ela assim por horas, apreciando cada detalhe do rosto deste ser, é estranho pensar que eu me facinaria tanto observando uma pessoa, o mais estranho é que já fazem anos que repito este ritual diário,e acabo me impressionando sempre.

Dou um pequeno beijo na testa dela, junto aproveito para sentir um pouco daquele cheirinho, um cheiro doce e suave, sou apaixonado por ele, chegar ser um vicio, sua boca rosada, seu rosto meio vermelhinho por ter dormido de um lado só, seu cabelo todo bagunçado e ao mesmo tempo tão arrumado em uma ordem que me deixa mudo, como um garoto que se apaixona a primeira vista, o coração acelera, a voz não sai, e os olhos se arregalam.

A esse ponto eu aprendi a responder quem pergunta para mim se anjos existem, existem, e eu sou casado com um.

E já se passaram 30 minutos tendo os meus devaneios, hora de levantar e preparar o nosso café…