Eu estou cansado.

Mas sabe… Não é aquele cansado como se eu estivesse com muito sono, como se eu não dormisse há muito tempo, como se eu estivesse deitado na cama depois de um longo dia de trabalho.

Eu estou cansado, de tudo. Eu estou cansado de tantas guerras, tanto ódio gratuito espalhado pelo mundo, tanta gente brigando por razões que não requerem brigas para serem extintas! São negros e brancos, LGBT’s e heterossexuais, religião e ciência, homens e mulheres, CHEGA! Nós queremos paz, queremos igualdade, queremos harmonia para construir uma sociedade saudável. Eu sonho em um dia, em que todos nós simplesmente perceberemos que somos todos exatamentes iguais, onde todos viveremos em paz e harmonia, em um mundo repleto de amor. Sonho com um mundo onde deixaremos de ter diferentes deuses, e passaremos a ver que todos cultuamos a mesma entidade: O AMOR!

Eu estou cansado de ver a modernidade cada vez mais líquida, extinguindo florestas, parindo edifícios, esticando estradas, esquecendo que todos vivemos em um organismo vivo chamado mãe natureza, e que ela está doente! Doente, com um de seus filhos, uma de suas criações, se sentindo superiores a todas as outras e se esquecendo que todos descendemos de um ancestral em comum! Nos esquecemos que todos nós fomos uma simples célula a bilhões de anos atrás. Matando espécies, extinguindo raças, simplesmente por um complexo de superioridade onde não vemos que os animais também são irmãos. Onde sabemos que temos nossas raízes em comum com os seres existentes no nosso planeta, e simplesmente as ignoramos, nos convencendo que somos superiores.

Eu estou cansado de ver as pessoas cada vez mais frias e desapegadas, cada vez mais distantes, vivendo em seu próprio mundo, fazendo do virtual a nova ágora, fazendo do seu coração, gelo. Estou cansado, de dar abraços rápidos, beijos curtos, simples apertos de mão, CHEGA! EU QUERO SENTIR ALGUÉM! Eu quero poder sentir os batimentos cardíacos se sincronizando, quero poder sentir o calor vindo do interior do próximo! Quero poder saber que pra quando eu precisar, en las buenas y en las malas, eu vou ter alguém lá, pronto pra me receber, me acolher, sem me julgar…

Eu estou cansado da crescente mídia preconceituosa, ditando regras, proibindo a liberdade. Eu estou triste, com o avanço irracional da ditadura da beleza, que nos divides em caixinhas, e nos faz esquecer que todos nós somos… HUMANOS! Ninguém é pior que ninguém, somos todos essencialmente iguais, a nossa origem, é a mesma! Ninguém vai pro inferno se gostar de usar roupa curta, fazer tatuagens, pintar o cabelo de uma cor diferente, e até beijar alguém do mesmo sexo, ninguém vai ser pior por fazer isso! Ninguém é inferior por possuir algumas gordurinhas a mais, ou um membro a menos, ou até um probleminha de saúde… Todos temos a mesma essência.

Eu estou cansado de todos os problemas que me vêm todos os dias, de todos os distúrbios que eu tenho, eu estou cansado de mim, estou cansado dos outros. mas eu juro, que enquanto houver vida, há esperança, e enquanto houver esperança, eu terei forças o suficiente, para continuar aqui, de pé, vivo, forte, com a vontade de deixar minha marca no mundo, com a vontade de mudar as pessoas, e trazer o amor a cada uma delas.

Sabe, esse pode ser só mais um texto com palavras bonitas, e versos supostamente inteligentes, passando por sua timeline, mas se dê um tempo, desconecte-se, leia, relaxe, curta, aproveite a vida, respire, saboreie, entenda a minha grande mensagem: sinta-se VIVO, sinta-se HUMANO!