Acordo ratificado em tempo recorde levanta suspeitas

Negociadores de outros países suspeitam que Rei do Marrocos obteve algum tipo de ajuda mágica.

Como nunca antes na história da adoção de documentos de acordos da ONU, o documento produzido em Paris ano passado por países do mundo todo obteve o compromisso de mais de 55 países responsáveis por 55% dos gases de efeito estufa e isso causou espanto na classe diplomática mundial.

Segundo um diplomata que chegava às pressas no aeroporto de Casablanca, Marrocos, ontem, muitos estão sem saber o que fazer. “Nós estamos acostumados a esses documentos levarem anos para valerem de verdade, fomos pegos de surpresa”, disse enquanto corria para pegar outro voo.

Em entrevista com o Rei do Marrocos, Mohamad VI, nossa equipe descobriu a verdade por trás desse milagre misterioso. “Todo mundo deu atenção demais para a conferência de Paris, ninguém queria vir para o Marrocos. Tive que tomar medidas drásticas”, confessa o Rei enquanto alcançava um objeto para nos mostrar. “Mandei buscarem essa lâmpada e fiz um desejo para que os países assinassem o Acordo de Paris. Você acha que EUA e China se envolveram nessa como?”, confessa o Monarca.

Agora os negociadores terão duas semanas para se entenderem e transformarem o que era pra ser um retiro espiritual em formas de implementar o Acordo de Paris.