This story is unavailable.

Escrevemos aquilo que não cabe em nós, aquilo que nos transborda, como se a folha em branco fosse você mesmo, esse enorme vazio que procuramos preencher a todo momento. A realidade é moldada por palavras reais, e de onde sairiam palavras mais verdadeiras que dessa conversa consigo mesma?

Viver cada vez mais é uma angústia, como uma rocha que precisamos carregar até o topo da montanha todos os dias. A vida é uma tragédia grega, onde o protagonista sabe seu triste fim. Talvez o dramin tenha te feito dormir, e isso tudo não passe de um pesadelo.