Casca de noz

no momento contínuo transito orbes em outros idiomas
onde tudo é corpo e movimento
partículas aglomeradas
descargas elétricas e reações químicas
ondas sonoras que me atravessam
se distribuem pelo cosmo
no pulso grave e surdo

poeira de estrelas adolescentes
milhões de anos em puberdade
entregue ao vício de experimentar
de sentir
de ser sem fim
na finitude da carne