Manual de como

conviver com gralhas

Gralhas geralmente são pássaros pequenos, de várias cores e muitos barulhentos. Eles são muitos sociáveis e chamam os amigos de outros setores para participar de uma simples reunião com café que seja. Não tenho problema algum com barulho, socializar é até saudável, o que irrita é que o seu barulho é tão alto que o meu próprio pensamento fica inaudível. Siga as dicas:

Capitulo 1 — Meditação

1.1 Não ligue, são apenas gralhas e serão sempre assim;

1.2 Coloque um fone de ouvido e ouça o seu estilo musical preferido e esqueça o que ocorre em sua volta, (Só as caixinhas, sem o fone, funcionam comigo por exemplo);

1.3 Abstraia todo barulho que houver em sua volta.


Capítulo 2 — Jogo de Cintura

2.1 Tente manter o bom humor ou no mínimo pratique o humor ácido, sádico e sem escrúpulos, (Vc sempre será chamado de escroto por isso, mas não ligue, não dá nada);

2.2 Respire fundo e conte até 10;

3.3 Levante, dê uma volta, novos ares é necessário.


Capítulo 3 — Atacando com pedras

3.1 Leia o Salmo 140 (dizem que ajuda na paciência);

3.2 Se a paciência estiver acabando faça algum barulho maior que o deles (funciona, embora por um período curto);

3.3 Escolha um barulho irritante que incomode as gralhas, geralmente o silêncio impera ou barulho atenua (este último é o que costuma acontecer).


Capítulo Final — Conclusões

4.1 Discussões são saudáveis, pratique-as!;

4.2 Tudo o que a gralha disser poderá ser usada contra eles próprias, fique atento;

4.3 Não leve tudo tão a sério, você não pediu para vir ao mundo, mas já que está aqui, divirta-se!

N.A.: Algumas, repito algumas, mulheres se comportam como gralhas. O manual poderá ser aplicado nesse caso sem restrições.

Cyanocorax caeruleus (Wikipédia)

Escrevi esse texto quando trabalhava com seis mulheres em 2011.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.