11 Conselhos rebeldes que irão impulsionar o sucesso da sua startup

Crédito imagem: 2Pac | Facebook

Artigo de Andrew Medal
Traduzido por Natália Araujo

Eu não estou aqui para te fazer perder tempo, e eu espero que você não esteja aqui para me fazer perder o meu. (Assista isso aqui agora para que você tenha noção do tom desta introdução).

Essas são estratégias que funcionaram comigo, mas não necessariamente funcionarão com você, então use-as com moderação. Vamos lá:

1. F**-se

Tenha certeza de estar no timing certo. Eu fico com a bunda na cadeira, trabalhando, mais de 12 horas por dia, normalmente. Meu único dia de descanso de verdade é sábado à tarde, depois de praticar cross-fit por algumas horas.

Nas últimas duas semanas eu estive bastante estressado com alguns prazos de projetos importantes, deadlines dos posts para o Entrepreneur.com, fazendo malabarismos com minhas outras startups, planejando meu casamento em outubro e uma viagem para a Europa em agosto. Geralmente, não sou um cara estressado.

Nunca mais joguei vídeo game, mas de vez em quando eu baixo no meu tablet Android o jogo Boom Beach, e estou jogando isso nos últimos dois dias. O jogo é parecido com o antigo Command & Conquer. Tem sido ótimo para limpar a minha mente, e para mandar tudo à m*** um pouco.

Adivinha o que aconteceu? Meus projetos foram realizados. Meus posts estão prontos. Minhas startups estão avançando e a Europa não vai sair de lá.

Saiba escolher o melhor momento e aperte o botãozinho do f**-se — independentemente do que você faça para isso. Isso vai ajuda-lo a se desconectar.

2. Trabalhe de graça

No ano passado, Mark Cuban foi perseguido por um antigo discurso de que não era possível contratar estagiários sem remuneração. Aparentemente, trabalhar de graça vai contra o pensamento da maioria. Tenho usado isso em minha vantagem durante toda minha vida.

No início da minha carreira trabalhei de graça em vários lugares. Foi a coisa mais importante que eu fiz. Minha experiência dobrou da noite pro dia, e eu aprendi como criar valor suficiente em cada estágio que me ofereciam. Eu aprendi o máximo que eu pude.

Até hoje eu não tenho medo de trabalhar de graça se eu vejo uma boa oportunidade de crescimento. Além disso, a maioria das startups que eu crio são autofinanciadas. O que isso significa? Eu trabalho de graça! Viva!!

Trabalhar de graça te transforma em uma máquina de ‘criar valor’. Você aprende como criar ativos que não existiam antes, além de possibilitar diversas oportunidades de trabalhar com pessoas que, de outra forma, você não teria chance.

3. Trabalhe em muitos projetos

A maioria dos conselhos por aí diz para você focar em uma única coisa, concentrar toda a sua energia, blá, blá, blá. Eu discordo.

Para deixar mais claro, eu não estou falando de multitasking (múltiplas tarefas), estou falando sobre trabalhar em vários projetos ao mesmo tempo. Por exemplo, eu tenho a minha empresa de marketing digital (que está se transformando em uma empresa que foca em marketing experiencial, marketing de guerrilha e truques publicitários). Eu tenho um punhado de startups e estou focado em construir minha marca pessoal. Eu estou escrevendo um livro, e constantemente eu ajudo e oriento outros empreendedores.

Pontos de atrito e riscos sempre vão existir com startups. Ter muitas coisas acontecendo ao mesmo tempo te ajuda a estar sempre se movimentando e a não ficar ‘travado’, e ajuda a reduzir riscos. Eu aprendi como priorizar de forma efetiva, e alocar mais tempo e energia para os projetos que demandam mais.

4. Trabalhe quando você quiser

Minha carga de trabalho varia, mas eu tendo a manter o “prato cheio”. Um privilégio de ser um empreendedor é poder trabalhar quando eu quiser. Tenho clientes com os quais tenho que me comunicar e me manter acessível, mas na maioria das vezes eu posso escolher quando trabalhar.

Às vezes eu paro de trabalhar durante o dia e vou ver um filme, ou sair com a minha noiva e meu cachorrinho. Eu gosto de trabalhar à noite, e costumo ficar acordado até tarde. Eu uso essa flexibilidade em minha vantagem para cumprir meus objetivos durante meus horários de pico.

5. Trabalhe onde você quiser

Eu tinha um escritório muito bacana, mas depois eu fechei as portas. Era um desperdício com despesas gerais e me fazia sentir como se eu tivesse um trabalho. Eu amo o estilo de vida nômade empreendedor. Tudo o que eu faço é online, e isso me dá o luxo de trabalhar onde eu quiser. Este é outro privilégio de ser empreendedor. Tire vantagem disso. Vá trabalhar na piscina ou na praia ou num espaço de co-working com outros empreendedores. Você pode até viajar o mundo e usar a Nomad List para descobrir os melhores lugares do mundo para trabalhar.

6. Peça sempre mais

Se você não pede, você não recebe, certo? Vá além, ultrapasse os limites, todos os limites.

Eu faço isso na minha vida pessoal e como empreendedor. Por exemplo, há poucos anos eu estava viajando a trabalho. Eu vi que existiam alguns assentos vazios na primeira classe. Eu fui até a aeromoça, joguei todo o meu charme e perguntei: “O que eu preciso fazer para viajar aqui, de onde eu pertenço?” Ela riu e liberou um lugar na primeira classe para mim. Este pode ser um exemplo superficial, mas você entendeu o meu ponto.

Não tenha medo de pedir mais. Peça mais de você mesmo, do seu time, investidores, clientes e do barista do Starbucks que serve o seu duplo mocha venti latte.

Uma coisa divertida acontece quando você começa a pedir: você geralmente recebe.

7. Quebre as regras

Claro, isso estaria em algum lugar da lista. Veja esta citação sensacional que eu peguei do Tucker Max.

“Como empreendedor, você sempre quer aprender as regras, apenas para que você saiba exatamente como dobrar e quebrar a regra quando precisar.”

Quebrar as regras irá permitir que você pense fora da linha, e permitir que você enxergue o mundo através de lentes diferentes. São essas únicas lentes que podem separar você do rebanho, o que irá te tornar um empreendedor mais forte.

8. Não se leve a sério

Isso é importante. Se levar a sério é sinal de ego inflado, e ego inflado é sinal de caráter fraco. Faça graça de você mesmo. Compartilhe suas peculiaridades e esquisitices. Ninguém é perfeito. Isso irá te ajudar a construir relacionamentos autênticos com as pessoas e mostrar o seu verdadeiro eu.

9. Abrace os seus inimigos

Você terá muitos inimigos se seguir os meus conselhos. Às vezes são inimigos disfarçados, às vezes eles estão à mostra e na maioria das vezes eles gostam de se esconder atrás do anonimato da internet.

Eu tenho muita experiência com isso. Você já pesquisou meu nome no Google? Sim. Obrigado, inimigos. E daí? Eu aprendi a abraçá-los. Se não fossem as mentiras online contra minha pessoa, eu provavelmente nunca teria começado a escrever. Então, obrigado inimigos.

10. Seja polêmico

Não seja polêmico pelo simples fato de ser polêmico. É uma perda de tempo para todo mundo. Entretanto, se você é apaixonado por algo, defenda-o. Mesmo que vá contra as normas.

Ninguém em sã consciência iria escrever o tipo de artigos que eu escrevo, como “6 atalhos que aprendi na prisão que irão maximizar sua produtividade” ou “Como minha vida como empreendedor me ajudou a gerenciar meu tempo na prisão”. Na verdade, alguns amigos e contatos mais próximos foram contra eu compartilhar tanto. Pessoalmente, senti que o risco compensaria apesar do alto preço da exposição.

E adivinhem? Tem acontecido isso.

Meu post “6 atalhos que aprendi na prisão” tem me proporcionado todos os tipos de oportunidade. Fui escolhido pela Time.com, FOX e outros meios de comunicação notáveis. Eu ganhei novos negócios. Eu estou contribuindo com uma nova empresa de mídia e eu continuo construindo relacionamentos autênticos com pessoas através de minha marca.

11. Tome uma posição

Quase no mesmo sentido que o item acima, não tenha medo de tomar uma posição. Muitas pessoas têm medo de defender o que acreditam nos dias de hoje.

Esta é minha citação favorita de Steve Jobs:

“O seu tempo é limitado, então não o desperdice vivendo a vida de outra pessoa. Não fique preso aos dogmas, que é viver com os resultados dos pensamentos de outras pessoas. Não deixe que o barulho das opiniões de outros abafem a sua voz interior. E o mais importante, tenha coragem de seguir o seu coração e a sua intuição. De alguma forma eles já sabem quem você realmente quer se tornar. Todo o resto é secundário.”

Aqui está a mais pura verdade: não é todo mundo que vai gostar de você. E daí? Supere isso e viva a sua vida sem arrependimentos.

Isso se tornou um discurso mais motivacional do que eu tinha planejado. Meu editor me apressou para finalizar, então este não é o momento de apertar o botão do f**-se. Lembre-se, a vida é curta. Corra riscos, viva sem arrependimentos e vá baixar o jogo Boom Beach (você vai me agradecer, é muito divertido).

Se você gosta e concorda com tudo isso, e até mesmo se você não gosta/concorda e quer criar um alvo de dardo escrito meu nome, cadastre-se no meu website. Eu vou começar a enviar mensagens divertidas, motivacionais, sinistras, inspiradoras, de 100 a 200 caracteres, de segunda a sexta, para te ajudar na ‘ralação’ durante a semana.


Artigo originalmente publicado em 31 de julho de 2015 no site Entrepreneur.com.

Confira nosso último post (“Como validar sua ideia antes de gastar R$ 1,00”) aqui.