Você não gosta nem de si mesma.

Não é livre.

Me usa como um pedaço de carne.

Seu brinquedo.

Qual o jogo?

Quero entender o porquê

Não quer falar?

Não.

Você não percebe?

Não.

Me explica..

Tchau.

Silêncio.

Eterno silêncio.

Mas é sexta-feira, não vou me importar

Já que ninguém se importa em dizer coisas duras

Para seus reflexos no espelho!


Ando preocupada com você.

Eu quero um café coado, sem filtro.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.