Como a política brasileira funciona nas campanhas eleitorais?


Vamos lá. Quem tem o governo tem a máquina pública e, portanto, possui poder e dinheiro para comprar apoios, que definem o tempo da propaganda na TV e no rádio. Esse tempo é elemento chave para decidir eleições, porque a disputa entre os candidatos se dá no campo das palavras e imagens.

Isso posto, imagine uma eleição disputada entre três candidatos, sendo que um deles conta com 11 minutos para apresentar as suas propostas, responder às denúncias dos seus adversários e criticar os seus programas, enquanto os outros dois possuem, um quatro minutos e o outro dois.

Posso, com base nisso, construir um silogismo, e demonstrar sem chance de errar as causas de ser, no Brasil, missão quase impossível, vencer quem tem o comando da máquina pública.

Mas, há saída? Claro que há. Basta que a oposição não deixe para pensar na eleição só no tempo autorizado para as campanhas eleitorais. O trabalho dela deve ser a desconstrução do governo ao longo do tempo, para chegar à época das campanhas numa situação de vantagem que tire a diferença.

Os projetos políticos de sucesso exigem campanhas permanentes, matéria-prima do nosso trabalho aqui na Estratégia e Consultoria.

Aqui, nós analisamos cenários, conceituamos e criamos a estratégia certa para promover uma relação saudável e duradoura entre político e eleitor.

Se você tem um projeto político em andamento ou deseja iniciar nessa carreira fantástica, que é o tema principal da minha vida profissional, procure a Estratégia e Consultoria. Venha tomar um café e conversar comigo.

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Jackson Vasconcelos’s story.