Quero fugir
Recomeçar
Parafrasear essa vida sem alguns momentos de dor intensa
Mas tudo tem uma troca
É ação e reação
Aceito, pois, um baque de todas essas feridas
Uma balanço na alma, 
Uma lágrima grossa,
Quero manchar papéis que foram um dia abafados com a tinta dessas minhas histórias
Quero molhá-los até que se rasguem por si só
Pra que só assim,
Apenas observando,
Eu perceba que não sou a única 
E me sinta, enfim, contemplada com a ilusão do desmoronamento da solidão

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Janaina Ferreira’s story.